Skynet já dominou o mundo e você nem sabia!

Quando foi a última vez que comprou algo que achava que foi por livre arbítrio sem a interferência de anúncios?

Publicado em 27/07/2021 12:44
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Qual foi a última vez que você escolheu algo na internet por sua livre e espontânea vontade? Talvez – e com certeza – irá dizer que sempre. Será? Já percebeu que em todas as suas navegações aparecem anúncios de algo que tenha visto muito, como por exemplo notícias sobre Super Mário, e terá uma enxurrada em qualquer site que visite e até mesmo em suas redes sociais, com produtos do bigodudo?

Isto não é por menos. O que você faz é indicado por robôs, ou no diminutivo, bots de Robots. Isto mesmo. Robôs indicam o que você anda pesquisando na internet e te sugerem a todo instante para onde deve seguir e até mesmo consumir. Quando entra em lojas online como Amazon, com certeza será direcionado para uma busca de produtos gamers que andou pesquisando tanto e acabará até comprando, sem perceber, que a indicação não foi de outra pessoa a não ser um robô.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ok, pode dizer que não. Que você é livre para comprar o que quer, na hora que bem entende e blá blá blá. Com certeza, mas até que ponto? Hoje somos inundados com estes robôs por todos os locais do mundo digital. Para conversar com um “atendente” no whatsapp, irá digitar alguns números que serão respondidos por este pequeno e grande ser digital.

Para ter suas dúvidas respondidas a respeito de determinado assunto ou saber Qual Estilo de Jogo você é no Facebook, as respostas que clica também são calculadas e respondidas por um robô, para você responder no final: “Olha só, descobri que sou Kratos“. Você sabe que não é o personagem, ou mesmo o jogo do Sonic, mas a brincadeira é tão real que parece que fomos nós por “livre e espontânea vontade”, que escolhemos nosso caminho.

Mas só que na realidade, fomos induzidos a responder de acordo com uma sequência de “As” e “Bs” que vamos clicando. Por isso é bom sempre saber se realmente está fazendo uma compra porque quer realmente aquele game ou se está sendo “manipulado” por uma inteligência artificial que diz que você gosta daquilo, quando na realidade, poderia ter comprado outro jogo ou produto gamer sem que ninguém te dissesse se é bom ou não, afinal de contas, quem melhor para conhecer os seus gostos do que você mesmo?

Se sentindo em um universo onde a Skynet já começou a dominar o mundo? Não precisa se preocupar tanto. Isto pode parecer uma conspiração mundial ao nível de Arquivo X, mas estes “bots” são até bons para agilizar nossas buscas e também nossos gostos. Eles olham e analisam tudo o que fazemos, mas infelizmente, ou felizmente, não sabem exatemente o que estamos fazendo.

Não quer dizer que fazer uma busca sobre determinada doença que cria zumbis é algo que eu queira comprar. Mas quando usado de forma errada, por seres maléficos vindos de algum universo do marketing, isto pode ter consequências inapropriadas, até mesmo como pegar todos os seus dados do celular. E isto não é novidade alguma e já vem sendo discutido desde o século passado na literatura e até mesmo nos games.

Mas o que você tem feito quanto a isso? Deixe nos comentários!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar