Turismo espacial: os jogos podem ser a salvação

Como serão as viagens espaciais no futuro próximo?

avenue 5
Publicidade

As missões espaciais como a Hope, que são destinadas à exploração do planeta vermelho, Marte, abrem de vez a corrida espacial de uma maneira diferente. Antes todo este avanço tecnológico era um assunto exclusivo dos governos, principalmente de países como os EUA e a Rússia. Mas agora isto mudou, com a entrada das empresas privadas que planejam realizar comercialmente viagens no formato turístico.

Mas como isto irá funcionar, que combustível, segurança, entre outros, é um assunto mais técnico que não ser abordado aqui. Quando leio a respeito destas viagens, como a efetuada ontem, 20 de julho, pelo dono da Amazon, me veem a cabeça muitos filmes, série, literatura em geral e do universo de jogos. É impossível não se lembrar de Wall-E, Aliens, entre outros. Da parte positiva a negativa, já da para imaginar a humanidade como em um game no estilo The Sims 4 criando o seu cantinho em Marte.

Mas o que ninguém comenta a respeito é da parte de como será esta viagem. Como? Iremos dormindo até lá? O que iremos comer? E o principal: como será a diversão? Não dá para apenas ligar para a Terra e fazer um plano de assinatura para a nova plataforma de streaming. Assim como não temos como baixar o novo Resident Evil ou todos os updates de correção de Cyberpunk 2077 para jogarmos.

Continua depois da publicidade

Como isto funcionaria dentro de uma nave? Penso que um dos melhores sistemas de entretenimento são os jogos eletrônicos. Passar algumas horas na frente da telinha se divertindo enquanto enfrenta algum desafio, é uma forma interessante de se desestressar. Além disso pode se tornar muito cansativo viver apenas de exercícios, bate papos e ficar estudando.

Precisamos de algo que nos faça “fugir” um pouco desta realidade e entrar em novos limites. Soltar um pouco de sua raiva em um jogo de luta é melhor do que dar um combo no colega de exercícios porque pisou em seu pé. Também é algo mais imersivo do que ler e assistir a algum filme ou série. Mas os jogos não precisam ser apenas isto: diversão. Dá para criar um sistema onde as pessoas que estão viajando, mesmo a passeio, possam fazer pré-missões para aprender mais a respeito do planeta. Já existem jogos assim a centenas para PC e consoles.

Lógico que não nego que conhecer novas pessoas, novas culturas, audaciosamente indo aonde ninguém de sua família jamais esteve, é fundamental. O convivio social é importante para o nosso desenvolvimento e é graças a ele e aos desafios diários que o ser humano pode criar jogos dos mais diferentes tipos.

Portanto, fica a pergunta: se é para viajar de um planeta a outro, como seria a nossa diversão? Deixe nos comentários de como seria a sua viagem!

Publicidade
© 2021 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade