Terapias alternativas auxiliam o tratamento preventivo de doenças causadas por jogos eletrônicos

Dores musculares, má postura, tendinite por esforços repetitivos, além de ansiedade, depressão e irritabilidade são alguns dos problemas apresentados por jogadores de videogames, que descobriram nas massagens terapêuticas e relaxantes uma forma de aliviar os sintomas

Dor games
Publicidade

Gamers profissionais ou amadores, conhecidos por passar muitas horas por dia em frente à tevê ou às telas de computador, estão encontrando nas massagens terapêuticas e relaxantes uma forma eficaz de aliviar dores musculares e na coluna vertebral por má postura, além de tendinites causadas por esforços repetitivos gerados por teclados, mouses e joysticks.

Da mesma forma, os jogadores sofrem também com ansiedade, depressão e irritabilidade, especialmente aqueles que competem o ano inteiro. Mesmo com as chamadas “cadeiras gamers”, que são mais confortáveis, os aficionados por jogos acabam tendo problemas de saúde, como lordose, hérnia de disco e escoliose.

Para tanto, essas pessoas estão se beneficiando das massagens, como sueca, shiatsu, ayurvédica e com pedras quentes. Alguns minutos de terapia ajudam a aliviar as dores e a recarregar as “pilhas”.

Continua depois da publicidade

A massagem sueca, por exemplo, tem feito sucesso entre este público. A técnica abrange todo o corpo da pessoa, a partir de uma combinação de movimentos longos e fluidos, aliviando as dores e as tensões em tendões e músculos.

Realizada com pedras de basalto aquecidas, a massagem com pedras quentes descansa e relaxa, sendo eficaz inclusive para quem sofre com dores e tensões musculares, caso dos jogadores de videogame. São colocadas em várias partes do corpo, de acordo com a necessidade do paciente.

O shiatsu também tem sido usado com sucesso pelos praticantes. Nesta técnica, o massagista utiliza os dedos, polegares e da palma da mão para aplicar pressão em várias áreas da superfície do corpo, ajudando a corrigir desequilíbrios no corpo e aliviando dores.

Outra técnica bem recebida pelos gamers, a reflexologia é uma prática que envolve a aplicação de pressão em pontos específicos dos pés e/ou mãos, ajudando a aliviar o estresse e as dores musculares. A técnica utiliza áreas do pé que correspondem a órgãos e sistemas do corpo. A pressão aplicada ao pé traz relaxamento e cura para a área correspondente do corpo.

Vários estudos indicam que a reflexologia pode reduzir a dor e os sintomas psicológicos, como estresse e ansiedade, e melhorar o relaxamento e o sono, tudo o que os jogadores de games precisam para atuar em sua plenitude.

Sobre o Dr. Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu Agrela Rodrigues é colunista do Observatório de Games, PhD em Neurociências, Mestre em Psicanálise, Doutor e Mestre em Ciências da Saúde nas áreas de Psicologia e Neurociências com formações também em neuropsicologia, licenciatura em biologia e em história, tecnólogo em antropologia, pós graduado em Programação Neurolinguística, Neuroplasticidade, Inteligência Artificial, Neurociência aplicada à Aprendizagem, Psicologia Existencial Humanista e Fenomenológica, MBA, autorrealização, propósito e sentido, Filosofia, Jornalismo e formação profissional em Nutrição Clínica. Atualmente, é diretor do Centro de Pesquisas e Análises Heráclito; Chefe do Departamento de Ciências e Tecnologia da Logos University International, diretor da MF Press Global, membro da Sociedade Brasileira de Neurociências e da Society for Neuroscience, maior sociedade de neurociências do mundo, nos Estados Unidos. Membro da Mensa e Intertel, associação de pessoas de alto QI e especialista em estudos sobre comportamento humano e inteligência com mais de 100 estudos publicados.

Leia também:

Thomas Shelby é o mais famoso exemplo de inteligência DWRI; Saiba o que é

Como é o cérebro de uma pessoa com alto QI? Especialistas respondem

Inteligência humana pode ser influenciada por fatores genéticos e sociais?

Quais as diferenças entre o cérebro humano e o animal?

• Por que esses VÍDEOS PARA DORMIR não funcionam com todos?

Publicidade
© 2022 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade