Jumanji
Imagem: Sony

A sequência de Jumanji: Bem Vindo a Selva de 2017 chega hoje (16) nas telas dos cinemas brasileiros. E se no primeiro longa existia um certo receio entre os fãs do original com Robin Williams se o filme seria bom, este novo longa parece ter sofrido um pouquinho menos.

Jumanji: Próxima Fase recebeu um carinho maior da Sony com um marketing mais agressivo e ousando em trazer atores de peso para esta aventura. Agora The Rock não precisa trazer um público apenas por causa do seu carisma ou Jack Black pela parte de seu humor, além de Karen Gillian que vem se destacando nas telas desde Doctor Who e hoje na Marvel.

Se o primeiro Jumanji já era uma homenagem aos board games, que por sinal ganhou sua versão de tabuleiro, os novos seguem a mesma linha trazendo sua ‘adaptação’ dos games para as telonas. Ali tem tudo o que um bom gamer curte em jogos e que adoraria ver adaptado fazendo sucesso.

Um roteiro inteligente, personagens que possuem carisma e nos vemos neles. Os vilões podem ser genéricos, mas mas são divertidos e lembram os clássicos dos arcades. Mas o terceiro filme (se contarmos desde o original), é realmente bom? Vale ou não vale a pena?

Sim, ele é bom e vale a pena! No anterior, Bem Vindo a Selva temos nossos jovens heróis em busca de aventuras, com o problemático Spencer que não consegue se encontrar, assim como os amigos que estão saindo do ensino médio e seguindo para novas vidas, sejam elas na faculdade ou mercado de trabalho.

Neste novo, Próxima Fase, é realmente uma nova fase na vida destes personagens. Spencer depois de tudo o que passou e até aprendeu a ter uma alto estima, acaba sofrendo novamente com a baixo estima, além de reencontrar com o seu avô, vivido por Danny DeVito, que possui problemas com a estima e a velhice. E para completar o elenco, Danny Glover dá o seu charme e contra ponto ao personagem de DeVito.

Desta vez os mais velhos estarão nos corpos dos principais heróis e o roteiro sabe trabalhar isto muito bem, já que a história foge do clichê mais velhos e mais experientes, querendo dominar tudo, enquanto os mais jovens devem lutar e procurar o seu lugar mas mostram que possuem experiência. Isto está bem longe desta nova aventura. O que é fantástico!

Além disso, muitos gamers irão identificar várias homenagens a jogos como Uncharted, enquanto os old schools irão adorar ver que os heróis possuem apenas 3 vidas e nada de save point. A vida de jogador das antigas era mais complicada, porque morreu, acabou e comece desde o início. E isto é um ponto interessante, porque é um comparativo com a vida e serve de crítica a todos que fogem dos problemas de alguma maneira achando que podem encontrar tudo dentro dos detonados feitos por um influenciador ou por um médico que irá dizer o que deve ser feito.

Jumanji: Próxima Fase eleva a aventura, traz personagens mais carismáticos e que nos fazem rir ao vermos interpretando astros como Danny DeVito e Danny Glover. É um filme que deve ser visto nos cinemas com os amigos e família. Finalizando que o longa não possui cenas pós-créditos, apenas uma durante os créditos.

Spoiler da entrevista que participamos com a atriz Karen Gillian

Sobre esta cena pós crédito que remete ao roteiro do primeiro longa, quando os os animais saem de Jumanji, a atriz disse que não possui nenhum convite para voltarem as filmagens e que tudo pode acontecer. Mas com certeza, neste momento, eles não tem contrato para um novo Jumanji.