Cyberpunk 2077
Jogo será lançado apenas em setembro (Imagem: Reprodução)

A CD Projekt RED anunciou nesta quinta-feira (16) o adiamento de seu game Cyberpunk 2077, alegando que a empresa ainda precisava dar os últimos retoques no jogo. Em contrapartida, isso significa que o ritmo no estúdio precisa ser tão rápido quanto nunca, já que os funcionários terão que trabalhar mais horas do que o projeto previa.

O game, que é considerado um dos mais aguardados para este ano, estava previsto para ser lançado em abril. Porém, segundo o desejo da empresa de fazer que o jogo se torne “a cereja do bolo” da atual geração, Cyberpunk 2077 irá chegar aos mercados apenas em setembro.

Com isso, os desenvolvedores e o restante da equipe que está por trás do jogo terão cinco longos meses de trabalhos extras para cumprir, número bem superior ao que fora anteriormente estipulado.

A decisão irritou alguns jogadores que haviam encomendado o jogo, que já estava em pré-venda, e aqueles que já efetuaram sua compra, terão que aguarda mais alguns meses para ter o game em mãos. Ainda não se sabe se os que compraram receberão de fato o jogo antes dos demais.

Por enquanto, a única certeza é que um nível hard em termos de horas extras aguarda o pessoal da CD Projekt RED. “Tentamos limitar o crunch para o mínimo possível, mas está é a fase final. Tentamos ser razoáveis neste aspecto, mas infelizmente os funcionários terão mais horas de trabalhos a cumprir”, explicou o CEO da CD Projekt RED, Adam Kicinski.

Crunch” é um termo no qual os funcionários trabalham uma quantidade maçante de horas por semana. Nessas situações, é comum casos ficar mais no estúdio do que na própria casa, afim de vencer o tempo e deixar o jogo nas condições pretentendidas. Vai ser punk.