SONIC FASES CANCELADAS
Nem tudo saiu do papel em Sonic 2. Imagem: Sonic Retro.

Sonic! Quem não conhece a mascote da Sega hoje em dia? Contudo, nem sempre foi assim. Quando o jogo do ouriço azul foi lançado em 1991, Mario é quem reinava como símbolo máximo do mercado gamer, assim como era a Nintendo quem mandava no mercado americano. Eram tempos difíceis para qualquer um que quisesse peitar o bigodudo e sua turma afim de ser um ícone no universo dos jogos.

Mas com a chegada de Sonic e seu estilo diferente de jogabilidade, as coisas começaram a mudar. O mascote era mais atual e o público mais jovem via Sonic com o radicalismo que buscavam nas aventuras virtuais. Algo muito diferente diferente de Mário que a cada novo jogo apenas ia atrás da princesa.

E mesmo com tais atributos, Sonic só se firmou como um dos maiores jogos com a chegada do segundo título, Sonic the Hedgehog 2. O game era totalmente criado em solo estadunidense com a equipe que tinha sido praticamente mandada embora da Sega japonesa (contamos esta história em outra oportunidade). Desta forma, a Sega americana não pensou duas vezes e pegou a equipe japonesa, dando inclusive um escritório apenas para eles. Assim nascia o game que a grande maioria ama da franquia.

O jogo foi lançado em 1992, apenas um ano depois, e ainda possui uma versão 8-bit, lançada para Master System e Game Gear, e marcou a estreia de Tails, o parceiro de Sonic. O lançamento para o Mega Drive foi chamado de Sonic Twosday, trocadilho com o número 2 e tuesday, terça-feira, que nos EUA, em apenas em 5 dias, vendeu cerca de 500.000 cópias. Sonic 2 é o jogo mais vendido para o Mega Drive, com cerca de 6 milhões de cópias.

O Projeto

O projeto original de Sonic 2 era muito mais ambicioso do que ele acabou vindo a ser em seu lançamento, como sempre o é. Em sua grande maioria, os games passam por diversas etapas de criação até o seu produto final. E em Sonic 2, o objetivo do programador da série, Yuji Naka, mais conhecido como o pai do Sonic, era que o game tivesse 18 fases, com os seis temas vistos no Sonic 1 e doze inéditos e também viagens no tempo!

Mas devido ao espaço limitado de tempo para a produção, a final o primeiro game foi lançado em 1991 e o segundo deveria ser lançado em menos de 12 meses, juntando-se as limitações técnicas do cartucho, as 18 fases do game acabaram ficando em apenas 11, sendo que alguns cenários diminuíram do tamanho, e logicamente não existem viagens no tempo. Agora confira abaixo as fases excluídas deste game!

Fases canceladas

Genocide City Zone – Cyber City

Originalmente o game teria uma fase chamada “Genocide City”, sendo que depois ela foi renomeada para Cyber City quando os desenvolvedores japoneses entenderam o “peso” que essa palavra teria. A ideia era ser um lugar intermediário entre a Metropolis e a Sky Chase.

A equipe de desenvolvimento desenhou a fase inteira, deixando somente a parte gráfica para ser finalizada. Achando que seria uma pena desperdiçar o trabalho feito, Yuji Naka decidiu transformá-la no terceiro ato da Metropolis Zone.  Já os poucos gráficos desenvolvidos para ela foram reaproveitados para fase The Machine, de Sonic Spinball.

Hidden Palace

Uma das primeiras imagens divulgadas pelas revistas da época.

A mais famosa de todas, essa fase foi massivamente divulgada durante as prévias do Sonic 2 nas revistas de videogame e a sua música (faixa 10) ficou no Sound Test.  A ideia dela era ser um lugar onde o Sonic conseguiria os poderes do Super Sonic, sendo uma fase especial acessada após a coleta das sete esmeraldas.

Como a fase foi deletada na última semana de produção, os poderes de Super Sonic foram dados diretamente. Já no relançamento do game para iOS e Android, o Christian Whitehead decidiu incluir a fase novamente, sendo um lugar secreto acessado pela Mystic Cave Zone.

Wood Zone

Originalmente, quando o game teria viagens no tempo, a ideia dessa fase era ser o passado da Casino Night Zone, sendo um conceito reutilizado recentemente para o Sonic Forces. De acordo com a desenvolvedora Brenda Ross, cerca de 50% foi finalizado antes de ser removida.

Sand Shower Zone

A fase do deserto foi desenvolvida também por Brenda Ross, e o layout dela já estava pronto, mas eventualmente foi descartado. Curiosamente, uma das primeiras imagens de Sonic 2 distribuídas pelas revistas da época foi dessa fase, apesar de se tratar de uma montagem na época sob o nome de “Dust Hill Zone”. Eventualmente reaproveitaram a ideia da fase do deserto com a Sandopolis de Sonic & Knuckles.

Winter Zone

A imagem foi feita por fãs, não sendo oficial.

Sonic 2 também teria uma fase no gelo, que só veio se materializar com a IceCap de Sonic 3. A ideia era reaproveitar os gráficos da Sand Shower e mudar sua paleta de cores para virar uma fase do gelo. Muito pouco foi desenvolvido para essa fase, mas foi divulgado que haveria árvores de natal.

Outros

Conceito imaginado pelo diretor Hirokazu Yasuhara. Perceba que da foto, apenas a Hill Top Zone veio a se “materializar”

Outras ideias que chegaram a “ir para o papel” quando o game teria viagens no tempo incluem nomes como Ocean Wind Zone, Blue Lake Zone, Rock World Zone, Tropical Plant Zone e Olympus. Também há nomes como Emerald Isle, Secret Jungle, Madness Mountain, Tropical Sun e Blue Ocean.

Provável que essa fase seria o passado da Emerald Hill.
Secret Jungle, provavelmente, se transformou na Wood Zone, antes de ser deletada.
Ocean Wind, pela arte conceitual, lembra a Emerald Coast de Sonic Adventure. Especula-se que seja o futuro da Emerald Hill.
Madness Mountain era uma fase desconhecida até pouco tempo atrás.
Provável que essa fase tenha alguma relação com a Aquatic Ruin, sendo o passado ou o presente dela quando o game tivesse viagens no tempo.
Como a ideia original era ter todos os temas do Sonic 1, a Blue Ocean deveria ser a “fase da água” deste game.

Todas as Imagens são do site Sonic Retro.