PlayStation 5
Imagem: Reprodução

Historicamente, desde o PlayStation 3 “Fat”, o sistema de refrigeração dos consoles é algo que de fato esquenta a cabeça da Sony durante o processo de fabricação. E tudo indica que agora, com o desenvolvimento do PlayStation 5, não está sendo diferente.

O componente responsável por isso está sendo um dos maiores culpados pelo custo elevado da fabricação do PS5. Porém, a Sony optou por gastar mais no componente para garantir a qualidade do videogame.

Segundo a Bloomberg, a Sony está gastando $450 para fabricar o seu novo console. Além do sistema de refrigeração, alguns componentes escassos estão aumentando o valor do videogame na fábrica.

“A maioria dos componentes do console já está decidido, incluindo o sistema de refrigeração, que é extraordinariamente caro, custando vários dólares por unidade”, informa a Bloomberg.

As companhias, tentando aumentar a sua margem de lucro, tentam assegurar que os componentes de seus produtos sejam comprados por $1 por unidade, mas a Sony optou por gastar mais na refrigeração, visando a dissipação de calor dos poderosos chips do PlayStation 5. O que é bem válido.