X Box Series X
Imagem: Divulgação.

Juntamente com as especificações técnicas, o design de um console é uma das coisas mais aguardadas antes de seu lançamento. E o X-Box Series X, próximo videogame da Microsoft, de fato apresentou um design diferente de tudo que já havia visto até então em termos de organização de componentes.

No mais inusitado formato de console na indústria desde o Game Cube (2001), o X-Box Series X apresenta um design que finalmente lembra a caixa que batiza sua franquia. Contudo, mais do que uma pertinente coincidência, há necessidades técnicas quanto ao arranjo em questão.

Xbox Series X é o novo console da Microsoft - Sociedade Nerd

Quem explica isso são os próprios engenheiros de hardware da Microsoft de Redmond, no estado de Washington, Estados Unidos.

Quando começamos a pensar em como projetaríamos isso, tudo era teórico“, diz Chris Kujawski, designer principal da Microsoft. “Não tínhamos coisas que pudéssemos testar, não tínhamos medidas que pudéssemos fazer, mas sabíamos que o console seria poderoso e que seus componentes exigiriam uma maneira totalmente diferente de pensar sobre como projetar um console.” Diante disso, o principal problema enfrentado pelos designers consistia ao poder e ao desempenho-alvo. 

Chris Kujawski. Imagens: Divulgação.

Missão: Ter o dobro de poder do antecessor

A missão foi definida em dobrar o poder Xbox One X, ou seja, 12 teraflops de computação de GPU, cravados ao lado dos núcleos Zen 2 que forneceriam um 4x melhoria na potência da CPU. Contudo, foi estabelecido que algo fosse igual ao One X: o desempenho acústico do Xbox One X. Isso sim era uma missão hard.

Com uma fonte de alimentação de 315 W e uma enorme quantidade de energia elétrica bombeando pelo processador (até 100W por polegada quadrada, fornecendo até 190A) isso seria oficialmente uma frigideira bem cara caso fosse comprimida nos moldes anteriores. E é aqui que começa o “Tetris” para encaixar sabiamente as coisas.

Pondo tudo isso na caixa

Diante de tanta coisa quente e poderosa, era hora de repensar tudo. E isso foi feito, a começar da placa-mãe. Ela foi dividida em duas partes: uma placa abriga os componentes de alta potência, como o processador Série X, o GDDR6 e os reguladores de energia. A outra parte é a placa Southbridge, lidando principalmente com E / S. As placas ficam em ambos os lados de um bloco de chassi substancial – uma fundição de alumínio pura.

Gosto de pensar nas nossas gerações passadas como tendo um exoesqueleto, para que você tenha uma estrutura mecânica com blindagem elétrica por fora e tenha todas as entranhas por dentro“, explica Jim Wahl, diretor de engenharia mecânica de Hardware da Xbox. 

E o que fizemos nesta geração é foi transformar isso completamente de dentro para fora … e, portanto, esse chassi central forma essencialmente a coluna vertebral, a base deste sistema e então construímos as coisas a partir daí“.

Esta é realmente a minha parte favorita do console por dentro“, acrescenta Chris Kujawski. “É como se fosse a parte mais legal que quem realmente compra o console nunca verá.” 

Jim Wahl explica que isso também tem uma missão importante no resfriamento dos componentes. “Ele cria o que chamamos de arquitetura de refrigeração paralela, para que você receba ar fresco – e fluxos de ar fresco através de zonas separadas do console“, acrescenta Wahl.  “A segunda coisa que faz é realmente distribuir as fontes de calor de maneira um pouco diferente no console – então essas duas coisas juntas são realmente eficazes para resfriar um console.” conclui.

Encaixar isso foi quase um “Tetris em 3D”

O arranjo disso tudo não poderia ter uma comparação mais justa que o conceito do jogo russo, Tetris. De acordo com Wahl, a missão para ir construindo isso foi como ir montando um Tetris 3D, com a diferença bruta de o encaixe era só uma das muitas coisas que teria de estar em harmonia ali.

As duas placas principais são de tamanho amplamente equivalente, encaixando-se nos dois lados do chassi.  “Então você já pode ver como esses componentes maiores estão sendo ‘tetrissados’ ​​juntos“, diz Kujawski. “Você já pode dizer que será um tipo de produto muito diferente do que já fizemos antes“.

Olha o monstro ENTRANDO na jaula! Imagem: Eurogamer.net

Juntamente com a unidade óptica Blu-ray 4K UHD e a fonte de alimentação 315W, a blindagem elétrica é adicionada à construção. Há um verdadeiro ato de equilíbrio nisso. Essencialmente, a radiação eletromagnética precisa estar contida na máquina, mas, ao mesmo tempo, o Xbox Series X precisa dissipar muito calor. 

O interessante é que, se você procurar as gerações anteriores, sempre tivemos um pedaço de metal muito bom em torno dos internos como uma gaiola de Faraday“, diz Andres Hernandez, diretor de engenharia elétrica do Xbox. “Desta vez, tivemos que pensar um pouco fora da caixa. Temos escudos no nível da placa. Temos blindagens localizadas, em vez de termos aquela enorme peça de blindagem de metal.

Tinha que ser uma caixa mesmo

Feita essa parte do processo, ainda faltavam alguns elementos fundamentais, como leitor de mídia, SSD e ventoinhas, que completavam assim o desafio. Contudo, à essa altura, a ideia da densa caixa já era mais do que evidente, era nítida.

Diante de uma caixa densa e quente, a ventoinha ainda tinha a missão de ser eficiente e silenciosa. E é aí que que os orifícios que você vê na tela abaixo se fazem necessários.

Xbox Series X | Xbox
Imagem: Divulgação.

Também precisaríamos de um bom ar para dentro do gabinete, para que você tenha certos orifícios de ventilação e grandes“, explica Jim Wahl. “Você esgota a parte superior e temos grandes orifícios de ventilação, mas o efeito final de juntar tudo isso, ter caminhos paralelos, ter uma ventoinha silenciosa realmente poderosa na parte superior, é que temos 70% a mais de fluxo de ar através neste console que a geração anterior e temos 20% a mais de fluxo de ar somente através do dissipador de calor do que na geração passada“.

Assim alguns ajustes aqui e ali e a caixa estava feita. Construída para inovar, mas sem deixar de atender aos principais requisitos que prometem fazer do X-Box Series X um dos videogames mais duradouros da história dos games.

Memes

Feita a caixa, foi hora de divulgar isso antes da época que é comum fazer isso. E de acordo com a reportagem, a equipe não esperava a onda de memes que vieram como resposta ao formato apresentado no Game Awards.

Contudo, a empresa procurou rebater tudo com bom humor, e até usou sua conta no Twitter para rebater a zoeira, com outra zoeira. Relembre:

Geladeira não. Olha a comparação.

O X-Box series X está programado para fritar a cabeça da concorrência no final de 2020.