Samus Aran
Imagem: Divulgação

Outubro Rosa! Este é o mês da campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero.

Parece até uma besteira, mas como no mês passado, o Setembro Amarelo, é um tema que deve ser discutido em qualquer época do ano. E qual melhor local para mostrar a força da mulher do que nos games? Elas chegam a ser mais lembradas do que muitos personagens masculinos. E sua força muitas vezes, está além do físico e sim em sua mente.

Portanto, chega de conversa e vamos as cinco mulheres mais poderosas no universo dos games, pois não importa onde elas estejam, combatendo zumbis, alienígenas, sendo líderes em alguma parte do planeta, estas mulheres são destaque sem dúvida alguma em seus títulos!

5. Jane Shepard – Mass Effect

O personagem “Comandante Shepard“, independentemente de sua aparência ou gênero, é se dúvida alguma, um dos personagens mais bem construídos no universo da ficção, seja qual mídia for. Shepard jamais deixa que a política interfira em seu trabalho de proteger a segurança da galáxia.

E aqui, a dublagem ajuda e muito! Jennifer Hale (Baldur’s Gate, Mass Effect, Metal Gear Solid, BioShock Infinite, Metroid Prime, Overwatch e Star Wars: Knights of the Old Republic), traz uma voz sem igual a personagem, passando toda a emoção que Shepard precisa. É sem dúvida uma voz a ser ouvida!

4. Chun Li – Street Fighter

Musa? Chun Li deixou de ser apenas a musa dos jogos de luta faz muito tempo. A personagem possui uma das histórias mais tristes do game. Seu pai foi assassinado e ela teve que treinar e muito para se tornar que é. Imagine a personagem em um mundo onde as pessoas veem apenas suas pernas e você não é mais nada do que um rostinho bonito?

Pois bem, ela lutou – e como -, para chegar a ser uma das melhores da Interpol, além de uma exímia lutadora. Chun Li é inteligente, possui experiência e não precisa ser comparada a nenhum outro personagem masculino, pois ela é única! Portanto, nunca subestime esta Street Fighter.

3. Samus Aran – Metroid

Metroid! Aqui está um jogo que comprova que não devemos julgar o capa pelo seu interior. Ou melhor, a máscara e a roupa. Os jogadores mais antigos lembram muito bem da surpresa ao terminar do game e descobrir que o protagonista era uma mulher!

Em vez de reclamarem, foram vários UAU! Pois estamos falando de uma época que os heróis eram esmagadoramente masculinos. Samus prova a todos, que qualquer um pode ser forte, não importando seu gênero, raça ou porte físico!

2. Lara Croft – Tomb Raider

Aqui está mais um exemplo de uma mulher a não ser subestimada. Lara é uma pessoa que não liga de se sujar em suas loucas buscas pelo mundo. Comparada com o Indiana Jones, a personagem já deixou de ser a versão feminina do Sr. Jones, deixando um verdadeiro legado no universo dos games e dos cinemas.

Lara já passou por várias situações em suas histórias e sempre saiu delas mostrando que sua inteligência é única. Além disso ela é treinada em sobrevivência, artes marciais e no manuseio de vários tipos de armas. E se encontra na segunda posição, pois todos os jogadores, sejam homens ou mulheres, a admiram pelo que ela representa.

1. The Boss – Metal Gear Solid 3

Aqui está uma personagem a ser respeitada. Colocada como traidora da pátria, procurada por um crime que não cometeu, tendo seu nome cuspido pelos militares que um dia foram seus amigos, The Boss fez tudo o que podia e muito mais para salvar sua Nação.

Ela aceitou isto tudo para dar um futuro melhor a todas mães e filhos. Colocou acima de sua vida, os bens dos outros. Ela jamais foi obrigada a fazer isto tudo, portanto, The Boss é sem dúvida um ser humano que devemos dizer mais do que obrigado e bater continência como Snake.

Leia também: