The Boys Homelander
Imagem: Amazon Prime

Uma nova peça de arte online oferece um vislumbre de como The Boys da Amazon Prime poderiam ser como um videogame. Baseado na série de quadrinhos de mesmo nome de Garth Ennis e Darick Robertson, The Boys se passa em um mundo no qual existem super-heróis, mas são secretamente corruptos e abusam de seus poderes regularmente.

A série Amazon, que estreou sua primeira temporada no serviço de streaming no ano passado, enfoca o conflito entre um grupo de super-heróis do mal e os vigilantes determinados a levá-los à justiça. Oferecendo uma visão cínica e satírica do gênero tradicional de super-heróis, The Boys tem sido um sucesso estrondoso para a Amazon desde sua estreia, e que já tem segunda temporada na plataforma.

Além de sua premissa subversiva central, The Boys encontrou maneiras infinitamente interessantes de se separar de muitos outros shows de histórias em quadrinhos e filmes que estão sendo lançados atualmente. Seu estilo visual é diferente de qualquer outro programa na TV, e a série adotou uma abordagem sem barreiras à violência e sangue que a maioria das adaptações de quadrinhos não estão dispostas a adotar. Como resultado, The Boys foi capaz de criar seu mundo fictício na tela de forma crível, e conquistou seu quinhão de fãs de alto nível desde sua estreia.

Entre seus fãs está o diretor de arte de God of War, Raf Grassetti, que celebrou a estréia da segunda temporada de The Boys na semana passada com uma obra de arte personalizada para a série. A peça única imagina o que o grande mal do show, um ser conhecido como Homelander (interpretado por Antony Starr), poderia se parecer em um videogame. Confira a arte abaixo:

Olhando para a arte, é difícil não imaginar como seria uma adaptação completa de The Boys para videogame. Como propriedade, The Boys possui um amplo elenco de personagens, cada um com diferentes poderes e personalidades. Isso significa que um game Boys tem potencial para uma experiência de jogo mais variada do que a maioria dos jogos de super-heróis.

Hipoteticamente, não só um game para The Boys poderia incluir o mesmo tipo de missões superpoderosas que são típicas dos jogos de super-heróis, mas também poderia alternar (como a série Amazon faz) entre as perspectivas dos próprios personagens superpoderosos e dos vigilantes tentando derrubá-los. Em outras palavras, as possibilidades de jogabilidade e narrativa, neste caso, parecem infinitas.

Leia também: