Point Blank
Imagem: Ongame

A equipe Black Dragons levou o mundial de Point Blank com campanha histórica na Indonésia. Além disso, os brasileiros ficaram com o título, premiação de US$55.000,00 e posto de MVP do torneio, e encerrando as premiações do PBIC 2019, o jogador brasileiro Foox, da Black Dragons, foi eleito o MVP do torneio.

O time da Black Dragons faturou o título inédito do PBIC (Point Blank International Championship), e os jogadores brasileiros KoyoteeeX, Foox, BEZN, RHZ e Prozin levaram ainda uma premiação total de US$55.000,00 após vencerem o grande confronto da final contra a equipe RRQ.EPiC, da Indonésia. Os brasileiros fãs de Point Blank, da Black Dragons, ou mesmo de esports em geral, puderam celebrar ainda a consagração de Foox como o MVP do torneio.

As finais mundias do (Point Blank International Championship – PBIC 2019 aconteceram em Jacarta, Indonésia, durante os dias 12 e 13 de outubro no GBK Basketball Hall tiveram narração e comentários em português dos casters MuriloShooow e Paldino através do canal oficial da Ongame no Youtube e na Streamcraft.

Black Dragons PBIC2019
Atletas da Black Dragons durante a cerimônia de premiação.

A trajetória do Brasil na fase de grupos começou com uma boa vitória sobre o WE.GOING.WELL, time selecionado da América Latina, por 2 a 0. Na segunda partida do Brasil, contra os tailandeses da ATTACK ALL AROUND, veio o primeiro e único revés da equipe na competição com uma derrota por 2 a 1. O tropeço do time não foi empecilho para a continuidade da boa campanha, já que na terceira e última partida da fase de grupos, contra a equipe da THE PRIME W4NA 873, da Indonésia, o time da Black Dragons conseguiu a vitória por 2 a 0. Desta forma o Brasil fechou então sua participação no grupo B classificado em segundo lugar, atrás do ATTACK ALL AROUND.

Do outro lado, no grupo A, o time russo Art of eXecution e o RRQ.EPiC, segundo time representando a Indonésia, garantiram a classificação. As semifinais então se desenharam entre Brasil x Rússia e Tailândia x Indonésia. Durante a reta final, com uma boa dose de entrega por por parte dos atletas, o time da Black Dragons superou em sua semifinal os russos da Art of eXecution e, na sequência, durante a grande final, os donos da casa da RRQ.EPic.

E desta forma, a Black Dragons ficou com o título inédito do PBIC, e levou para casa um prêmio de UU$55.000.

Parabéns aos brasileiros!