Chefão da Sony diz que preço dos jogos do PS5 é mais do que justo

Publicado em 19/11/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Agora que a nova geração de videogames está disponível no mundo todo, a confusão dos valores dos games ganha mais força. Jim Ryan, CEO da Sony Interactive Entertainment, defendeu a decisão da empresa de aumentar os preços do software para jogos selecionados do PlayStation 5.

No Brasil, a maioria dos games disponíveis para o novo console da empresa chegam a rodar a marca de R$ 300 reais e outros, como Assassin’s Creed: Valhalla e Demon’s Souls, ultrapassam este valor.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Sim, sim, eu acho justo. Se você medir as horas de entretenimento fornecidas por um videogame, como Demon’s Souls em comparação com qualquer outra forma de entretenimento, acho que é uma comparação muito simples de traçar”, comenta Jim Ryan, sobre o aumento dos preços.

Como lembra o portal VGC, recentemente, um porta-voz da empresa anunciou que os jogos desenvolvidos pelos estúdios da Sony ficaram disponíveis por $70 dólares, quase R$ 400 reais.

No passado, a 2k, desenvolvedora de jogos como NBA e Madden NFL, defendeu o aumento de preços e explicou seu argumento. Segundo a empresa, os valores “representam o valor oferecido e trabalhado” (a desenvolvedora disse o mesmo com WWE 2K20, repleto de bugs).

Fonte: VGC/Tom Ivan

Leia também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio