Cyberpunk 2077
Imagem: Reprodução

A CD Projekt RED adiou o lançamento de Cyberpunk 2077 pela terceira vez. Porém, a desenvolvedora não para de revelar novidades de seu título. O game é frequentemente comparado com GTA, mas um novo recurso, anunciado pela empresa, pode frustrar os fãs da Rockstar Games.

Cyberpunk 2077 e a franquia GTA tem alguns pontos em comum. O maior deles, é a oportunidade de disponibilizar para os jogadores um mundo aberto, ambicioso e repleto de crimes.

Mas, como lembra o portal ComicBook, enquanto GTA é em grande parte um jogo de ação e sandbox, Cyberpunk 2077 é um RPG profundo, que fornece algumas diferenças de jogabilidade importantes.

Quem delimita ainda mais as diferenças, é o designer sênior da CD Projekt RED, Miles Tost. Segundo o desenvolvedor, diferente de GTA, os jogadores de Cyberpunk 2077 não poderão roubar qualquer veículo presente no game.

Ainda de acordo com Most, os jogadores precisarão se concentrar em estatísticas específicas para roubar veículos e os mesmos não poderão tomar posse dos carros roubados.

“Se você quer sair em fúria e não ter remorso, você terá essa oportunidade”, disse Max Pears, outro desenvolvedor da CD Projekt RED.

“No entanto, quando você começar a jogar as missões e ver a quantidade de opções que você tem. Acho que isso fará os jogadores pararem e pensarem um pouco antes de fazer algo imprudente. Vimos muitas pessoas usarem o ‘modo GTA’ e então, depois de um tempo, eles percebem quantas coisas são diferentes e ajustam a forma como jogam”, complementa.

Cyberpunk 2077 tem lá suas peculiaridades, o game está marcado para ser lançado, após 3 adiamentos, no dia 10 de dezembro. O título estará disponível para Google Stadia, PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X/S e PC.

Fonte: ComicBook/Tyler Fischer.

Leia também: