Xbox Mil grau
Imagem: Reprodução.

Em meio as recentes manifestações causadas pela morte de George Floyd, que morreu asfixiado por um policial norte-americano em Minnesota na semana passada, o perfil Xbox Mil Grau compartilhou no Twitter uma montagem que gerou revolta em muitos internautas.

Na postagem, uma foto das manifestações vem com a legenda “O que as pessoas negras estão fazendo hoje“, seguida por uma foto dos astronautas da Space X (Bob Behnken e Doug Hurley), com a legenda “O que pessoas brancas estão fazendo hoje“.

Imediatamente após a postagem, diversos usuários da rede social foram ao perfil Xbox Mil Grau e acusaram o criador de conteúdo de racismo. Confira a postagem (que já foi apagada):

Imagem: Reprodução

Com a polêmica crescendo, diversos YouTubers e streamers, além da própria comunidade, repudiaram a postagem veiculada pelo perfil. A repercussão levou a conta oficial do XBox no Brasil a se posicionar:

Percebendo a falta de posicionamento da Twitch, onde o perfil Xbox Mil Grau faz transmissões regularmente, internautas subiram a hash tag #TwitchApoiaRacista. A campanha está exigindo que a plataforma se posicione e retire de vez o canal do criador de conteúdo do ar. Os usuários que são a favor argumentaram que a Twitch bane streamers por realizar comentários como “mongoloide“, mas não para racistas.

https://twitter.com/Jonathanwsg/status/1268259830357245953

Defesa do perfil

Procurado pelo The Enemy, Henrique Martins, streamer e administrador do canal Xbox Mil Grau, a Microsoft negou ter “relação formal” com o grupo ou apoiar “suas visões”. Confira abaixo:

Respeito, diversidade e inclusão são parte dos nossos valores fundamentais e nós não toleramos comportamentos que violem esses princípios em nossos serviços. Não temos uma relação formal com esse grupo e não apoiamos suas visões”, afirmou a empresa em um comunicado enviado na tarde desta segunda-feira (01).

Desativações, banimentos e abstenções

Após a repercussão do caso, no atual momento da postagem algumas contas do perfil estão desativadas ou suspensas. Confira abaixo:

A moderação do Twitter recebeu as denúncias, mas não julgou procedente:

A imagem pode conter: texto

Leia também: