Zenon
O jogador profissional de Fortnite tem apenas 9 anos. (Imagem: Reprodução)

Quais eram as suas ocupações fixas aos 9 anos de idade? Escola, lição de casa, alguma colaboração na faxina ou mesmo uma ajuda em algum trabalho formal dos seus pais… Com relação a esta última atuação, o mais observado é que a maioria das crianças com essa idade não está de fato envolvida em algum trabalho, e sim, brincando.

Contudo, foi justamente entre uma brincadeira e outra no videogame, que Vitor Hugo arrumou um trabalho antes ter dois dígitos de idade. O garoto acaba de se tornar um pro-player de Fortnite, sendo nada menos que o primeiro contratado desse jogo para a Detona Gaming, famosa organização de Counter Strike. Confira como o garoto se transformou em Vitor “Zenon” Hugo.

Primeiros Passos

Em entrevista ao Observatório de Games, Zenon e seu pai, Rodrigo Vitor da Fonseca (30), revelaram como o jovem player começou no famoso battle royale.

“Quem começou a jogar o Fortnite fui eu. Fui atrás de vídeos e achei interessante, diferente. Nunca tinha visto um jogo de tiro que você precisava construir para se proteger”, esclarece o pai de Zenon.

De acordo ainda com o pai do jovem jogador, Zenon começou a assistir gameplays e se interessar pelo jogo e nisso nunca mais parou de jogar.

Evolução de Zenon

Fortnite não foi o primeiro jogo que Zenon tem em sua bagagem. O pequeno profissional, tinha antes do battle royale, a experiência com Battlefield.

Vitor Hugo atingiu seu potencial no Fortnite, após sair do Xbox e ir para os computadores. “Começamos a gravar o Zenon apenas para ter uma recordação. Mas as coisas evoluíram, e após a sua migração para o PC, percebemos que ele poderia se tornar um profissional”, explica Fonseca.

Conciliar a habilidade com o estudo

Para que o lado profissional funcione perfeitamente com os estudos, a dupla de pai e filho tem um acordo claro: As notas precisam ser de mais de oito em todas as matérias. Caso Zenon não atinja as notas, os treinos e jogos são interrompidos até a recuperação das mesmas.

Transmissões de Zenon na Twitch

A Twitch, maior plataforma de streamer da atualidade, tem uma regra, onde aponta que menores de 13 anos não podem realizar lives, mas o pai de Zenon explica como isso é possível.

“O canal da Twitch é meu, vez ou outra realizo transmissões sozinho. Mas quando o Vitor está jogando, eu preciso estar ao lado dele acompanhando. A Twitch permite que isso aconteça, sempre com algum acompanhante”, explica.

Futuro com a Detona Gaming

Com apenas nove anos, Vitor Hugo tem mais de 300 mil seguidores em suas redes sociais e é considerado pelo cenário, o melhor sniper brasileiro, de acordo com alguns jogadores profissionais. “Como ele é jovem, não tem muita noção de jogo. Mas isso vai evoluindo com o tempo”, conta seu pai.

Agora, com um contrato profissional na mesa, Zenon terá uma grande responsabilidade, tanto no profissional, quanto no pessoal. Mas seu pai salientou algo importante, de acordo com ele, em todo contrato, é exigido que, caso Zenon queira parar de jogar, o acordo pode ser cancelado sem o pagamento de multa.

“Ele é apenas uma criança, e não posso obrigar ele a fazer o que ele não quer. Não vai ser um contrato que obrigará meu filho jogar sem estar contente com o que está fazendo”, finaliza.