Captain America and the Avengers capa
Imagem: Data East

Jogos de super-heróis são famosos desde sempre. Mesmo antes da chegada dos videogames, os fãs já montavam suas aventuras nos RPGs de mesa ou apenas brincando com os amigos colocando uma capa. E se nada disso bastasse, as rádios já traziam no imaginário popular desde o século passado, antes da TV, aventuras com alguns heróis como o próprio Superman!

Mas sua consagração se deu nos arcades e principalmente no Mega Drive. As produtoras trouxeram excelentes jogos com os personagens da Marvel e DC, além de pérolas totalmente esquecíveis, assim como suas capas que deveriam ser algo para chamar a atenção dos jogadores, mas só serviram de piada. De qualquer forma, confira abaixo 5 dos melhores jogos lançados para o 16 bits da Sega.

Batman The Video Game

Batman durante um bom tempo sofreu na mídia televisa, que quase levou ao cancelamento de seu título na DC, devido ao seriado com Adam West. Mas anos depois, com a mudança de tom nas HQs, principalmente com o lançamento de O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller, as coisas começaram a tomar novos rumos. E o lançamento do filme de Tim Burton, mostrou a todos quem realmente era o Batman.

Desta forma, Batman: The Video Game, jogo inspirado no filme de Tim Burton, lançado em 1991 é um dos melhores da geração 8/16 bits. Lógico que existiram outros, mas este game capturou toda a essência do longa, com gráficos sombrios e bem trabalhados, uma trilha sonora empolgante e design de fases que oferecem um bom desafio plataforma 2D.

Captain America and the Avengers

Um sucesso nos arcades de 1991 e um verdadeiros papa fichas, Captain America and the Avengers não tardou para ganhar sua versão doméstica para o Mega Drive. O game trazia toda a atmosfera das histórias em quadrinhos para a telinha e os jogadores podiam escolher o Capitão América, Homem de Ferro, Visão ou Gavião Arqueiro. O melhor de tudo, era poder fazer isso com um amigo do lado!

Spider-Man vs The Kingpin

Mais um de 1991. Que ano para o Mega! Desta vez o caça de teia ganhou o que é considerado por muitos fãs o seu melhor game na geração 16 Bits, e que iria demorar décadas para ganhar uma versão de qualidade para qualquer outro console. O jogo retrata fielmente o espírito do herói no mundo virtual, com direito a uma história digna de uma Graphic Novel da Marvel. Spider-Man vs The Kingpin foi um marco na história da geração 16 Bits e ainda ganhou uma versão turbinada no Sega CD.

Spider-Man and Venom: Maximum Carnage

O Amigo da Vizinhança está de volta. Maximum Carnage, lançado em 1994 é baseado na saga das HQs Carnificina Total. Aqui o Homem-Aranha deve se ao lado de seu odiado inimigo Venom devem deter uma ameaça ainda maior: o vilão Carnificina. Infelizmente não é possível jogar com dois jogadores simultâneos na tela, mas é possível escolher entre os dois personagens, sendo que cada um possui cenários exclusivos. Algo que chama a atenção em Maximum Carnage é a sua elevada dificuldade, que pode dar umas boas dores de cabeça, especialmente por não possuir saves ou passwords. Uma curiosidade: O cartucho teve uma tiragem inicial na cor vermelha, hoje material de colecionador.

X-Men 2: Clone Wars

Aqui está um game com uma das piores capas, mas que é um ótimo jogo. Seguindo o estilo plataforma, os jogadores podem controlar vários heróis mutantes como Ciclope, Fera, Gambit, Wolverine e até mesmo o vilão Magneto contra a ameaça do vírus tecnológico alienígena conhecido como Phalanx. O game possui uma aventura com desafio bem elevado onde cada personagem possui suas características que influenciam na jogabilidade, sendo que os desafios e obstáculos podem ser ultrapassados com mais facilidade dependendo de sua escolha do herói. Como curiosidade, a trilha sonora foi composta por Kurt Harland, da banda Information Society.