Herodes
Está pronto para salvar um paciente dentre de sua corrente sanguínea (Imagem: Reprodução)

Você já se imaginou entrando em uma nave e viajando dentro da corrente sanguínea de um paciente com o objetivo de curá-lo de um misterioso vírus? Pois bem, em Herodes, game desenvolvido pela empresa brasileira TecnoloGil’s, isso será totalmente possível.

O game é baseado nos clássicos Shmups e Shoot’em Up-Bullet Hell, inspirados nos grandes jogos R-Type, Sonic Wings, Gradius e outros.

A equipe de Herodes é formada ao todo por três pessoas, sendo elas Gilmar Prado, fundador da empresa e programador, Igor Felipe, artista visual, Joseph Andrew, sonoplasta e pela programadora auxiliar Gisele Santos.

Em entrevista ao Observatório de Games, Gilmar Prado conta que o título está em desenvolvimento há mais de 2 anos. Porém, tudo quase se complicou quando a equipe perdeu todos os arquivos da produção.

“Isso não chegou a ser um problema, pois acredito que comparando as versões, a segunda está muito melhor do que a primeira, na qual perdemos todos os arquivos. Mas, foi um grande susto”, explica.

Atualmente, a equipe vem encontrando dificuldades em prosseguir o desenvolvimento de Herodes, devido a falta de investimento e tempo, já que os mesmo trabalham em outros serviços.

Para auxiliar neste quesito, a TecnoloGil’s criou uma página de apoio no site Catarse, para que o público ajude o desenvolvimento de Herodes prosseguir. Além disso, uma demo gratuita do jogo está disponível, confira.

Confira o trailer:

“Herodes te levará ao extremo, num futuro não muito distante, onde a medicina avançará junto com a tecnologia, criando então o TRNC (Tecnologia de Redução no Nível Celular).”, indica a descrição do game.

O objetivo central do jogo, de acordo com os desenvolvedores, é curar um paciente de um vírus desconhecido dentro de uma minúscula cápsula, viajando dentro de sua corrente sanguínea. “Sua missão será o órgão vital para descobrir uma origem dessa nova praga que ameaça a natureza”, complementa a descrição.

Recursos

Upgrade Nativo: Sempre que finalizar uma fase, os jogadores poderão usar os genomas coletados para transformar em melhorias de alguns atributos da nave, algumas modificações implicam na aparência da mesma.

Upgrade por Inimigos: Por conta da cápsula ser Nano-Robótica, algumas de suas partes orgânicas podem ser modificados com alguns tipos de genomas, que são adquiridos derrotando certos tipos de inimigos. Sendo assim, é possível copiar algumas habilidades que eles carregam.

Evolução: Em Herodes, os jogadores poderão evoluir sua naves em várias maneiras. De acordo com os desenvolvedores, cada estágio dessa evolução terão atributos próprios que farão você querer jogar várias vezes para achar a combinação perfeita para seu estilo de jogo.

Herodes está sendo planejado para ficar disponível para PC. Mas a equipe não descarta lançar o título para Android e iOS.

Leia também: