Cuphead PS4
Imagem: MDHR

Cuphead chegou hoje (28) no Playstation 4. O game, um dos mais queridos dos fãs e com um desafio surpreendente, foi sem dúvida um dos mais pedidos entre os donos do console da Sony. Mas o game não é apenas marketing, ele também possui um design fantástico e um trabalho de arte que sem dúvida alguma fascina os jogadores.

Desta forma, o Playstation Blog conversou com Chad Moldenhauer do Studio MDHR, onde ele falou um pouco de como os jogadores poderão se aventurar no universo de Cuphead com um controle PlayStation em mãos. Confira abaixo os bastidores da criação do game!

O jogo

Cuphead é um game de ação onde você corre e atira pelo fantástico mundo das Inkwell Isles. Tanto no modo solo quanto no co-op local, você joga como Cuphead e Mugman, enquanto tentam se salvar do Diabo, coletando as almas de chefes gigantes, de encher a tela. Embora o game tenha sido inspirado em grande parte pelos jogos de ação dos anos 80 e 90, algo que torna Cuphead único é seu estilo visual, inspirado nos filmes e desenhos animados da década de 1930. 

A animação

Na verdade, chegamos até a usar muitas das mesmas técnicas de animação dos estúdios da era. Todos os mais do 50.000 quadros de animação do game foram desenhados em papel e pintados à mão para capturar a textura e as imperfeições que eram parte integrante daqueles desenhos animados; o fundo de cada fase é uma aquarela real, e a trilha sonora Cuphead é composta de mais de três horas de jazz orquestral, e jazz estilo big band, gravada ao vivo em estúdio por músicos. 

Para comemorar o lançamento para PS4, trabalhamos junto com o estúdio Stop Motion Department, de Toronto, para criar um novo curta animado. 

Lançamento para o Playstation 4

Quando falamos sobre a nossa ideia de anunciar o lançamento para PlayStation 4 com um trailer “stop mo”, ficamos felizes em descobrir que os animadores Philip Eddolls e Evan DeRushie toparam na hora. Mais que isso, que adoraram a nossa abordagem e a similaridade dos nossos estilos de animação. 

Inspirados pela nossa paixão pelo estilo esquisito e bizarro do curta experimental de 1933, The Peanut Vendor, o Stop Motion Department fez questão de garantir que usariam muitas das mesmas técnicas de animação estilo stop motion da era.

As criadoras de fantoche Karen Valleau e Lauren Craig construíram os fantoches do King Dice e Cuphead com cabeças de madeira, mãos de couro, e muitas formas primárias, para refletir como os brinquedos das crianças dos anos 30 eram realmente, todos feitos com ferramentas de fabricação simples, como brocas e serras. 

Visual Vintage

Enquanto isso, o filme em si foi animado sem a assistência de programas de computador que deixam os animadores stop motion modernos saberem como seus quadros ficarão e corrigir erros. Em vez disso, Philip e Evan se limitaram à tabelas desenhadas e marcadores de metal para notar a posição de cada fantoche, antes de alinhá-los na próxima posição. Assim imitamos o melhor possível as limitações “tente o melhor que puder e veja o que acontece” das antigas produções stop motion.

E por último, tudo foi filmado usando lentes dos anos 30, conhecidas como lentes “C Mount”, que estouram as imagens e são aquele visual vintage. Cada quadro foi usado da maneira que ficou, sem edição de correção ou composição, ou seja, se olhar bem, poderá ver os suportes e outros implementos de animação no fundo.

O processo inteiro foi criado para parecer aquelas propagandas de brinquedos animadas, porém um pouco sinistras dos anos 30, de adoramos como tudo ficou. 

Cuphead já está disponível no Playstation 4!

Leia também: