CS:GO | Após vitória de MIBR sobre FURIA, KNgV, fer e TACO criticam a atitude rival

Publicado em 17/6/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A semi-final da BLAST Premier Spring entre MIBR e FURIA na última segunda-feira(16), que resultou na vitória da Made in Brazil, foi marcada por polêmicas que resultaram em insultos e cutucadas fora do game por parte de jogadores como fer e TACO e KNgV.

Finalizada a partida, os jogadores da MIBR não pouparam palavras para falar sobre a atitude do rival, sendo o primeiro deles KNgV, criticando os jogadores da FURIA que optaram por não se posicionar, e permitir que o fair play sobressaísse.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Segundo fer, durante uma live na madrugada, após pedirem a retomada do game, os jogadores da FURIA não se pronunciaram, o que resultou diversos minutos de pause, até que uma atitude fosse devidamente tomada, por decisão do admin com o coach.

O que postei que os moleques são uns m***as” começa fer, “São os jogadores que estão ali, ta ligado? os jogadores do FURIA naquele momento foram uns m***as do car***o“… “porque é o seguinte, quando você tá jogando um jogo, quando você tá jogando dentro da p**ra do jogo, quem tem a voz são os jogadores.“, disparou.

Durante a entrevista após o jogo, TACO indiretamente citou a falta de fair play dos jogadores da FURIA, comparando a jornada da MIBR até hoje no CS:GO. Confira abaixo:

Respeita nossa história, respeita os mais velhos, humildade sempre. Tamo aqui na luta. E hoje foi uma vitória muito importante para gente, tamo aumentando a confiança, tamo melhorando no jogo e tamo dando duro pra representar o Brasil, como a gente sempre faz há 5 anos com muito respeito, fair play e dignidade durante todos esses anos. Obrigado à Tribonera. Somos MIBR, não esqueçam.“, finalizou TACO.

O caso

Tudo começou por problemas técnicos no computador de Gabriel ‘falleN‘ Toledo e Fernando ‘fer’ Alvarenga durante a 25ª rodada no mapa da inferno. Notado o problema, os jogadores da MIBR pediram fair play e a transmissão foi pausada até que se resolvesse. Com a demora, os jogadores da MIBR começaram a divulgar posts no Twitter relatando o problema e indicavam que o rival queria prosseguir o jogo.

Após vários minutos de pause, o CEO da organização da FURIA, Jaime Pádua anunciou que o round iria ser jogado novamente. Após a retomada do jogo, a MIBR se sobressaiu na partida, garantindo 2 a 0 sobre a FURIA. Foi o bastante para que as críticas começassem.

Leia Também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio