Fortnite
O jogo conta com mais de 125 mil pessoas. Imagem/Divulgação: Epic Games

A Epic Games está entrando com recursos para colocar a Apple na justiça, alegando que a empresa estaria mantendo posicionamentos anti-consumidor ao retirar o app de Fortnite da sua loja virtual, a Apple Store.

Toda a confusão se deu após a desenvolvedora do game implementar um sistema de pagamento próprio, onde o dinheiro seria redirecionado 100% para Epic Games, fazendo com que a Apple então não receba nada. Diante disto, um documento de 65 páginas já está montado pela empresa da mais valiosa do mundo contra a Epic Games.

A Apple tem uma política que permite que o dono do aplicativo permita compras fora do mesmo, desde que o método não seja em Apple Pay. Logo, por ter efetuado a remoção do aplicativo a empresa violou sua própria política.

Para os fãs que jogam o game no iOS, ele ainda está disponível, no entanto faltam cerca de duas semanas será o fim da terceira temporada. Se a situação não mudar até lá, o jogo ficará indisponível para a plataforma na mudança de temporada.

As 17 horas (brasília) a empresa prometeu divulgar um vídeo-paródia do comercial de 1984 da empresa.

Leia também: