Documentos internos da Div. Xbox apontam elogios e críticas a The Last of Us 2

Microosft faz análise de The Last of Us e gera controvérsia

Publicado em 3/5/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma análise de The Last of Us 2 da Naughty Dog supostamente originada de um playthrough interno da Microsoft tem dado muito o que falar. E por isso, os fãs estão discutindo o conteúdo da resenha, com alguns sugerindo que é ‘condenatória‘ para The Last of Us 2. O segundo jogo foi lançado em junho do ano passado e teve uma recepção incrivelmente mista tanto da crítica quanto dos fãs.

Enquanto muitos pensaram que a estrutura narrativa do título mostrou maturidade ao lidar com seus muitos dilemas morais, outros acharam algumas das reviravoltas do jogo chocantes e forçadas. A jogabilidade também viu uma mistura de respostas diferentes, com algumas acusando-a de ser lenta e constritiva, e outros a elogiando por sua alta ênfase em furtividade. Apesar de alguma polêmica, no entanto, The Last of Us 2 foi um sucesso, tanto de crítica e comercialmente, ganhando um grande número de prêmios.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A suposta análise da Microsoft parece espelhar os sentimentos dos fãs de várias maneiras, em um ponto descrevendo alguns dos capítulos de The Last of Us Parte 2 como “simuladores de caminhada”. Os escritores também sugerem que, embora certos aspectos do combate tenham sido amplamente melhorados em relação ao primeiro jogo, como IA “bastante aprimorada” e mais opções em como você limpa as áreas”, a Naughty Dog ainda não consegue fazer combates decentes em qualquer de seus jogos, e este não é exceção.” Eles apontam que o uso de armas parece encaixar-se no tema do jogo, de desviar a jogabilidade para o combate furtivo.

Apesar de muitos jogadores afirmarem que esta análise reforça os sentimentos dos detratores de que The Last of Us 2 é decepcionante como uma sequência do original, ela parece elogiar principalmente o jogo. Os revisores, conhecidos apenas como Mike e Jon, a certa altura afirmam que “A qualidade visual e a atenção aos detalhes em The Last of Us Parte II é absolutamente a melhor da classe em basicamente todas as áreas, e a apresentação geral está significativamente à frente de qualquer coisa que outras equipes vêm produzindo no console e no PC.” Mesmo depois de descrever certas seções como “simuladores de caminhada”, os revisores apontam que, como elementos narrativos, eles são “excepcionalmente bem feitos” e estabelecem um padrão que outros jogos do gênero deveriam aspirar.

O sentimento geral deste documento parece ser positivo, enquanto os revisores reconhecem que “Os jogadores certamente têm todo o direito aos seus sentimentos subjetivos e opiniões sobre a narrativa do jogo”, eles passam a sugerir que os avanços que a Naughty Dog fez com a narrativa em The Last of Us 2 é mais importante do que se “todo mundo ‘gosta’ ou mesmo se todos se ‘divertem’ jogando”. Mike e Jon terminaram sua análise afirmando “nós amamos, nos divertimos muito jogando e ainda pensamos sobre seus personagens e histórias, mesmo depois de terminar o game.”

Embora haja certamente algumas críticas à jogabilidade e aos elementos narrativos de The Last of Us 2 nesta análise, seria difícil colocar este documento como ‘condenatório’ para The Last of Us 2 de qualquer forma perceptível. As preocupações sobre certos elementos de combate e o ritmo lento ocasional do título são retransmitidos de uma maneira relativamente moderada pelos revisores, e na maior parte são limitados por elogios a outros elementos do game, como sua narrativa e visuais impressionantes.

Via: Eurogamer/Game Rant/Microsoft

Siga o Observatório de Games nas redes sociais

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio