Epic Games e Apple querem evitar que o julgamento de Fortnite vá a júri

Publicado em 1/10/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Parece incrível, e realmente é, pelo menos por enquanto que as duas empresas tenham entrado em um acordo sobre algo. Tanto a Epic Games quanto a Apple concordaram que a batalha legal sobre Fortnite não deve ser decidida por um júri.

Ambos os lados têm lutado muito durante a disputa judicial e, obviamente, nenhuma das empresas tem medo de sujar as mãos. Depois de banir o Fortnite, a Apple passou a retirar todos os jogos desenvolvidos pela Epic Games e até impediu o desenvolvedor de atualizar o Fortnite em seus computadores, levando ao cancelamento de Fortnite: Save the World no Mac.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Apple até ameaçou remover todas as contas de desenvolvedor da Epic no iOS, o que impediria a empresa de atualizar e manter seu Unreal Engine em iPhones. A juíza Yvonne Gonzalez Rogers interveio para impedir a Apple de fazer isso, afirmando que isso causaria danos incríveis aos desenvolvedores que não estivessem envolvidos na disputa do Fortnite.

Rogers também sugeriu recentemente que a disputa seja resolvida por um júri em vez de um tribunal. A Apple solicitou exatamente isso em uma contra-ação movida no início deste mês. No entanto, conforme relatado pelo site GamesIndustry.biz, a empresa mudou de tom recentemente e, surpreendentemente, agora está concordando com seu inimigo.

Uma declaração conjunta foi apresentada pelos respectivos advogados de ambas as partes, declarando que as empresas se reuniram e concordaram que seria do interesse de ambas se o caso fosse julgado por um tribunal e não por um júri. A Apple retirou oficialmente seu pedido de um júri.

A medida para evitar que um júri julgue este caso é interessante, com muitas ramificações. A batalha legal afetou muitas pessoas que, por um motivo ou outro, não podem mais jogar o Battle Royale em seus smartphones. Dar às pessoas comuns a chance de opinar sobre o resultado desse caso poderia ter sido uma grande decisão que teria um impacto drástico no resultado. Não se pode deixar de perguntar exatamente o que foi dito na reunião que convenceu as duas empresas a entrarem em um acordo.

Quem quer que acabe presidindo este caso, não há dúvida de que não será resolvido tão cedo. A Apple declarou que está preparada para permitir que a proibição do iOS se estenda por pelo menos um ano inteiro, e provavelmente será um período de tempo semelhante antes que este caso seja resolvido.

Isso é uma má notícia para os jogadores móveis que sentem falta de Fortnite, mas não se pode negar que o escopo desta batalha vai muito além de apenas um jogo. A rivalidade Fortnite pode mudar o espaço dos jogos móveis para sempre e, por um resultado tão monumental, certamente vale a pena esperar.

Leia também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio