Governo chinês proíbe Animal Crossing: New Horizons no país

Publicado em 10/4/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O governo chinês acaba de proibir o jogo Animal Crossing: New Horizons de rodar em seu território. A justificativa, de acordo com a imprensa internacional, é que os jogadores chineses estariam usando o jogo para protestar contra algumas das políticas controversas ou divisivas do governo chinês. 

A proibição vem diretamente dos reguladores chineses, que usaram fizeram uso de uma lei antiga e de rara aplicação para impor a proibição. Assim, o mercado de revenda chinês, como o portal Taobao fica então proibido de vender o jogo. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o analista da indústria, Daniel Ahmad, geralmente os jogos que recebem essa proibição do governo chinês possuem duas características básicas:
• O jogo possui conteúdo (gerado ou não pelo usuário) que é considerado muito ofensivo ou violento;
• O jogo se tornou muito popular ao ponto de chamar a atenção dos reguladores a ponto de ser um instrumento de comunicação em massa sem a regulação vigente no país.

Na prática, o jogo da Nintendo possui esses dois “perigos” para os reguladores, que já tem observado alguns jogadores chineses realizarem protestos usando o game. Confira abaixo:

Todavia, a proibição pode encontrar algumas dificuldades num primeiro momento, já que para os cidadãos chineses basta importar o game ou ainda mudar a região do Nintendo Switch para realizar o download do jogo. Por enquanto, a Nintendo ainda não comentou a decisão.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio