International Superstar Soccer Observatorio de Games
Estúdio revelou o que todo mundo já sabia.

O ano era 1995. O Brasil havia acabado de se tornar o primeiro Tetracampeão mundial de futebol, em 1994.
No games, o SNES era o videogame dos sonhos, e um jogo em especial revolucionava a maneira de se brincar de futebol: International Super Star Soccer, da Konami.

Contando com as principais seleções do mundo, o game era o que de mais moderno havia em comparação com a realidade. Contudo, faltava um detalhe: o nome das estrelas da época.
Entretanto, por uma provável questão de direito$ autorai$, a Konami, desenvolvedora do jogo, optou por colocar nomes aleatórios nos jogadores de cada seleção.

Embora o nome adotado fosse totalmente diferente do titular da época, a semelhança de boa parte dos jogadores de algumas seleções era notável. Porém, diante de gráficos e jogabilidade incríveis, o gamer acabou deixando isso em segundo plano e o jogo seguiu, literalmente.

Enfim, a verdade

E hoje, surpreendentemente, o perfil nacional de PES (nome para o qual evoluiu a franquia de ISS), assumiu o que nunca foi surpresa pra ninguém.
O Allejo era de fato o Bebeto, o Gomez era o Romário, Premoli era Maldini, além de outros craques que hoje são as lendas do jogo e tiveram suas atribuições formalizadas.

Sobre o mito

Devido a sua habilidade, velocidade e posicionamento, Allejo é certamente o mais querido dos gamers. Inspirado na figura de Bebeto, o 7 do Brasil possui até camisetas vendidas nas feiras de games e afins.

Camisa de Allejo, devidamente pixelada.

O Observatório de Games entrou em contato com o ex-jogador para saber o que o mesmo achava dessa honra. Contudo, até o momento dessa postagem, Bebeto ainda não havia respondido.

Enquanto nenhum dos envolvidos comenta a notícia, relembre aqui a cômica descrição do mítico Brasil de International Superstar Soccer, feita pela Deciclopédia:

1 Da Silva – Um dos maiores goleiros do universo. Especula-se que ele deu aulas à Oliver Kahn.

6 Ferreira – Lateral esquerdo mais potente de todos os tempos.

4 Vincento – Zagueiro duro, não deixa nenhuma bola passar.

3 Paco – Zagueiro mais aberto, porém mais técnico.

2 Cícero – Lateral direito, muito avançado.

5 Roca – Volante, joga duro demais, normalmente é expulso rápido de jogo, mas é muito raçudo!

8 Santos – Volante mais ágil, dá muitas assistências durante o jogo.

9 Pardilla – Meia natural da Itália, veio pro Brasil durante a migração das famílias de “O Rei do Gado”. Muito objetivo, faz a diferença no meio de campo.

10 Beranco – O criador de jogadas do time, dizem que ele com seus passes ajudou metade de gols que Allejo havia feito.

11 Gomez -Ponteiro direito, um dos maiores jogadores do mundo. Dizem que na verdade esse é o Romário disfarçado, mas há controvérsias.

7 Allejo – Ponteiro esquerdo. Ídolo eterno da torcida brasileira de todos os tempos. Irmão gêmeo de Bebeto, ensinou seu irmão a jogar bola, e se tornou, obviamente, bem melhor que ele.