Mixer
A Microsoft tentará o remanejamento de usuário para o Facebook Gaming (Imagem: Reprodução)

O fechamento do Mixer surpreendeu muitos jogadores. A plataforma havia concluído uma série de aquisições de alto nível e estava trabalhando com a Microsoft, uma das empresas de tecnologia mais bem-sucedidas do mundo.

Apesar do que parecia ser uma direção positiva, o Mixer se uniu sem cerimônia ao Facebook Gaming e muitos streamers e telespectadores se perguntaram o que levou a esta decisão. Sendo assim, um novo relatório do Business Insider está sugerindo que vários fatores levaram ao fechamento da plataforma de streaming.

Apesar do apoio da Microsoft, a empresa teve problemas para se diferenciar do já estabelecido e popular Twitch, seu maior concorrente. Como resultado, a Mixer pareceu usar seu dinheiro para adquirir streamers e promover a si mesmo, e isso foi uma parte essencial da queda do serviço.

Investimento imprudente

Embora todas as empresas precisem promover e comercializar-se para um público potencial, parece que o processo de aquisição de criadores de conteúdos impactou financeiramente a empresa. No relatório sobre a plataforma, alega-se que o acordo que levou Ninja ao serviço foi avaliado entre 20 e 30 milhões de dólares e isso parece ser um investimento imprudente.

Flop do Influencer

O streamer acumulou apenas 3,2 milhões de assinantes no Mixer, o que é decepcionante quando comparado aos 15 milhões que eles têm em uma conta inativa do Twitch. Com esse retorno sem brilho de um grande investimento, fica claro que essa estratégia não estava gerando o lucro pretendido. Internamente, a empresa também enfrentava problemas significativos que começaram quando os fundadores da plataforma saíram em 2019.

Tretas internas

Depois que os fundadores da plataforma pularam fora do barco, parece que a empresa teve problemas de moral e rapidamente desceu para um ambiente tóxico. Funcionários como Wes Wilson e Milan Lee expressaram sua insatisfação com as equipes de RH da Microsoft, em termos de lidar com os problemas que estavam enfrentando sob nova gerência.

Com isso em mente, fica claro que a empresa estava enfrentando problemas internos. A equipe por trás da plataforma parecia dividida e, com esse tipo de ambiente de trabalho, era improvável que a empresa desafiasse gigantes do setor.

O relatório sugere que a Mixer estava gastando muito dinheiro com as contratações de Ninja e Shroud enquanto internamente lutava para manter sua equipe criativa. Como resultado, a empresa desistiu, pois não era valiosa se estivesse perdendo dinheiro e funcionários a uma taxa significativa.

Leia também: