dead rising 4
Imagem: Divulgação

O gênero zumbi foi influenciado de inúmeras maneiras desde o lançamento de Resident Evil 4 em 2005. Alguns jogos como Dead Space são claramente influências diretas, enquanto outros como Dead Rising adotam uma abordagem mais indireta em sua inspiração. Os zumbis são um inimigo básico nos games há décadas, assumindo uma variedade de formas e atributos diferentes ao longo do tempo.

Quando Resident Evil 4 foi lançado, levou toda a série em uma direção diferente. Corredores apertados de histórias anteriores e inimigos preguiçosos se transformavam em espaços abertos e zumbis que agora corriam. A abordagem alternativa dos mortos-vivos os levou agora a segurar armas e agir como um grupo para mastigar Leon Kennedy na zona rural da Espanha. O criador de Dead Rising, Keiji Inafune, viu essa mudança repentina na série e decidiu que a abordagem desvalorizava o que tornava os zumbis tão aterrorizantes em primeiro lugar. Essa insatisfação, no entanto, levou a uma nova inspiração própria.

Fortemente inspirado nos filmes clássicos de George A. Romero, como Night of the Living Dead, Dead Rising foi capaz de coexistir com a outra franquia popular de zumbis da Capcom, devido às diferentes maneiras como retratavam os mortos-vivos. De acordo com o último documentário da GVMERS (vídeo abaixo), enquanto Keiji Inafune respeitava Resident Evil 4 como um jogo, ele disse que o diretor Shinji Makami não deveria ter feito os zumbis mais rápidos. Ele achava que, se a série Resident Evil iria abandonar a aparência original dos zumbis, era hora de fazer uma série própria que os abraçaria.

Como Dead Rising trouxe de volta os antigos e conhecidos mortos-vivos?

Um dos jogos anteriores do Xbox 360, Dead Rising fez um trabalho magnífico ao exibir o novo hardware da época. Ver dezenas de zumbis na tela ao mesmo tempo e poder interagir com cada um deles era algo inatingível nos consoles anteriores. No entanto, era essencial manter os zumbis tão burros e lentos quanto os filmes clássicos dos anos 80 para fazer o jogo funcionar.

Explodir hordas de zumbis inteligentes e rápidos funciona em um cenário como Left 4 Dead, mas em Dead Rising é o contrário, pois utilizando os zumbis em ritmo lento, é o que torna a interação com o ambiente muito mais agradável. Jogando como Frank West em um shopping lotado com vários itens para pegar e atacar, isto funciona melhor quando os zumbis são mais objetivos do que inimigos difíceis. Combinar a atmosfera sinistra dos filmes de George A. Romero e uma dose de humor extravagante faz de Dead Rising a derradeira homenagem à era inicial dos filmes de zumbis.

Cena de Dawn of the Dead de Romero

Dead Rising foi uma das tentativas da Capcom de atrair um público ocidental para seu portfólio. A equipe de desenvolvimento do jogo veio da falha de Shadow of Rome, a primeira tentativa de Keiji Infafune de criar uma franquia focada no oeste. Embora o jogo tenha sido bem recebido, suas vendas forçaram Inafune a abandonar a franquia e fazer Dead Rising, gerando várias sequências próprias.

Embora a série Dead Rising tenha caído nos últimos anos, ainda existem muitas oportunidades para capturar a sensação dos jogos originais. Com o sucesso dos remakes de Resident Evil 2 e 3, o amor pelos zumbis lentos da era dos anos 80 está em alta, uma sequência de Dead Rising pode tirar vantagem disso para capturar os corações dos fãs mais uma vez. A Capcom supostamente tem planos para um remake de Resident Evil 4, quem sabe com a chegada da nova geração de consoles, um Dead Rising não renasça para uma nova geração de jogadores?

Leia também: