The Games Awards é confirmado para dezembro

Publicado em 23/9/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O The Game Awards está mais do que confirmado para acontecer neste ano, principalmente depois de vários cancelamentos de eventos devido ao COVID-19. O mais interessante, é que o TGA irá acontecer em três locais diferentes!

Quando e onde acontece?

A cerimônia de 2020 será transmitida ao vivo de Los Angeles, Londres e Tóquio em 10 de dezembro, e que será transmitido em 4K UHD a partir de locações em estúdio sem público. A transmissão ocorrerá em 45 plataformas de vídeo globais e, com exceção de uma audiência ao vivo, verá os fãs “participarem e interagirem virtualmente com o programa nas redes sociais, por meio de experiências no jogo ao vivo e por meio de extensões interativas nas principais plataformas de streaming”, de acordo com o anúncio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Novidade na premiação

A cerimônia deste ano apresentará a nova inovação no prêmio de acessibilidade, reconhecendo os desenvolvedores de software e / ou hardware que estão impulsionando o meio, adicionando recursos, tecnologia e conteúdo para ajudar os jogos a serem jogados e apreciados por um público mais amplo. O Game Festival, lançado no ano passado, também retornará, com um fim de semana de conteúdo de jogos jogáveis, lançamentos, demos e transmissões ao vivo.

O formato

Como a pandemia de coronavírus continua mudando a forma como os eventos ao vivo operam, as restrições são obviamente aparentes. Mas o apresentador e produtor executivo Geoff Keighley disse em entrevista a Variety que o The Game Awards aconteceria independentemente, mesmo que tivesse que ser apenas ele apresentando os prêmios de sua configuração doméstica. Mas assim que estendeu a mão para seu conselho, formado pelos chefes das principais empresas de jogos, a mensagem era clara: faça e faça em grande escala.

“A resposta de todos foi tipo,‘ não, é realmente muito, muito importante que façamos o The Game Awards este ano”, disse ele. “A mensagem também foi tipo, ‘não, você ainda deve tentar fazer o show em grande estilo’. Portanto, não é como se estivéssemos fazendo isso com um orçamento drasticamente reduzido ou serei eu apenas em um local”, ele acrescenta. “Vamos fazer em três cidades. Vamos tentar fazer disso um grande momento para a indústria.”

Keighley disse que já brincou com a ideia de ter o show, que acontece há cinco anos no Microsoft Theatre de L.A., ocorrendo em uma cidade diferente, semelhante às Olimpíadas. Assim que ficou claro que o estado da pandemia COVID-19 ainda não permitiria grandes eventos presenciais até dezembro, abriu-se um tipo diferente de oportunidade.

Death Stranding virá exemplo

Para se inspirar, ele aponta que “Death Stranding“, o hit de Hideo Kojima que viu os jogadores se reconectando aos Estados Unidos serviu de inspiração. “Eu estava tipo‘ bem, talvez pudéssemos fazer isso em escala mundial ’. Então, esse foi realmente o ímpeto para a ideia – normalmente nunca seríamos capazes de fazer isso, ter três cidades ao vivo. Mas eu penso, ‘este é um ano único de circunstâncias, então vamos tentar isso’. Acho que envia uma mensagem realmente ótima, e acho que é o que eu gostaria de fazer mais”.

Eventos que funcionaram e fãs

Foi assim a entrega do Emmy neste ano. Em casa!!!

Ele e sua equipe têm assistido a todos esses eventos virtuais, como premiações da música, séries, entre outros. Ele disse que para descobrir o que está funcionando e o que não está, e observa que o The Game Awards pode fazer algo semelhante ao Emmy, em que cada cidade isola convidados que se apresentam sozinhos no palco, com indicados em vídeo.

Ele também está ouvindo os fãs: na sexta-feira passada, ele realizou uma chamada de Zoom com 100 deles para falar sobre o que eles queriam ver. Principalmente, ele tem ouvido que eles querem “ter certeza de que o programa retrata com precisão o quanto os jogos significam para eles”. Mas eles também querem ver como isso reflete o papel do jogo na sociedade – incluindo os assuntos mais difíceis.

O papel social do The Games Awards

“Nós olhamos para alguns dos problemas e algumas das preocupações em torno da Ubisoft e da cultura lá – você olha para alguns dos desafios no mundo do streaming e tudo mais, alguns dos desafios que esta indústria teve este ano”, diss ele. “Como você fica ciente disso e reflete no programa da maneira certa? Eu me sinto como um show, temos uma obrigação. Temos tantas pessoas assistindo ao evento. É como, qual é a voz do show, e como podemos representar a indústria com precisão e fazer algo de bom?”

O evento

Além das circunstâncias únicas, Keighley dise também que os elementos centrais de cada cerimônia do Game Awards ainda estarão lá, o que inclui os próprios prêmios, estreias mundiais, grandes revelações e apresentações musicais ao vivo. Quanto a essas apresentações, Keighley informou que eles ainda estão tentando descobrir como será, além de tentar encontrar uma maneira de trazer sua orquestra de volta com segurança.

Quem pode ser premiado?

Felizmente, a indústria de jogos continuou a produzir produtos em meio à pandemia, tornando possível garantir alguns dos grandes anúncios pelos quais o Game Awards se tornou conhecido. Isso também cria uma mistura eclética de candidatos ao jogo do ano em potencial.

Keighley aponta para tudo, de Animal Crossing, The Last of Us Parte II, Fall Guys a Ghost of Tsushima como possíveis candidatos nessa corrida. Quanto ao jogo Cyberpunk 2077, ele será lançado em 19 de novembro, bem no limite da elegibilidade, “então ainda estamos descobrindo como isso vai funcionar”, observa ele.

Decepção

“O que mais me preocupa é que – há tanta expectativa para o show – que não temos grandes jogos para anunciar aos fãs, então isso também se torna uma decepção. Então, conversei com todas as empresas de jogos e eles disseram ‘não, temos um ótimo conteúdo para mostrar aos fãs dos jogos’, e eles estão muito animados para mostrar isso”, disse ele. “Então, sim, vai ser super interessante no final do ano ver o que sai no topo.”

Leia também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio