Fortnite iOS
Imagem: Divulgação

A Epic Games e as empresas não estão de brincadeira. Depois de ter sido removido a Apple, Fortnite também foi retirado da Google Play Store por violar as políticas da loja, mas continua jogável no Android. A Epic entrou com uma ação contra o Google e também contra a Apple. Mas a pergunta que fica dentro desta guerra de empresas, é: como ficam os usuários?

Ainda pode ser jogado, por enquanto

Apesar de ter sido removido da App Store pela Apple, Fortnite ainda pode ser reproduzido em dispositivos iOS. O fenômeno dos Battle Royales foi retirado da App Store após uma disputa entre a Apple e a Epic Games, que resultou em ações judiciais contra o fabricante do iPhone.

O usuário do Twitter, Lucas7yoshi, confirmou que aqueles que já baixaram o título ainda poderão jogá-lo em dispositivos Apple. No entanto, os usuários não poderão acessar nenhum conteúdo adicional lançado ou baixar atualizações futuras.

Na prática, o que isso significa?

Isso significa que qualquer pessoa que tenha baixado Fortnite anteriormente em um iPhone ou outro dispositivo iOS poderá voltar a jogar o Battle Royale, mesmo que não esteja em seu dispositivo. Portanto, os usuários não perderão suas contas. A Epic Games explicou posteriormente que a próxima temporada do Capítulo 2 será inacessível para todos em um dispositivo Apple.

Mas por que isso tudo?

O chamado ‘imposto sobre aplicativos’ da Apple tem sido um espinho no lado dos desenvolvedores por muitos anos. Alguns até compararam a empresa de tecnologia à máfia devido ao fato de que ela basicamente tem o monopólio dos pagamentos no aplicativo em dispositivos iOS. A taxa de 30 por cento foi apresentada em uma audiência no Congresso em julho deste ano, embora a Apple tenha defendido as regras rígidas que tem em vigor.

Outros fornecedores, como Google e Amazon, cobram taxas semelhantes, mas, ao contrário da Apple, ambas as empresas permitem que os desenvolvedores implementem seus próprios sistemas de pagamento. O chefe da Epic Games, Tim Sweeney, também reclamou anteriormente da divisão dos lucros, argumentando que é injusta com os desenvolvedores.

O fato de a Epic Games ter decidido enfrentar a Apple é incomum. Embora outras empresas tenham manifestado preocupações sobre o que consideram um sistema de pagamento injusto, ninguém questionou a Apple nos tribunais. Mas a Epic também é um nome forte da indústria e tem o apoio financeiro para enfrentar a fabricante do iPhone, e um bom motivo para isso, dada a imensa popularidade de Fortnite.

Claro, a luta não acaba antes que um juiz aponte um vencedor ou as duas gigantes cheguem a algum tipo de acordo. Seja qual for o caso, é provável que os eventos atuais tenham algum tipo de efeito sobre como a Apple irá cobrar taxas no futuro. É aguardar para ver.

Leia também: