Publicidade
Precisamos de você!

Exército dos EUA planeja gastar milhões na tentativa de recrutar jogadores do universo gamer

Um relatório do Exército dos EUA revela que a organização planejava gastar milhões de dólares na tentativa de recrutar jogadores, fãs da WWE e muito mais.
Gostou? Compartilhe!
USA Army
(Imagem: Divulgação)
Publicidade

Historicamente, o Exército dos EUA usou várias ferramentas de recrutamento para crescer em número e, de acordo com um relatório, planejava gastar milhões em um esforço para alcançar jogadores, fãs da WWE e muito mais. Com os alistamentos do Exército dos EUA em declínio, a organização está procurando novas maneiras de atingir um grupo demográfico mais jovem, observando especificamente os jogadores da Geração Z como público-alvo.

A Vice adquiriu alguns documentos do Exército dos EUA por meio da Lei de Liberdade de Informação, que revela alguns detalhes sobre os métodos de recrutamento. Oficiais de recrutamento têm sido historicamente implantados em várias cidades dos EUA para aumentar o volume de soldados disponíveis à disposição do Exército dos EUA para conflitos no exterior, alcançando as pessoas diretamente.

Como o Exército dos EUA está frequentemente envolvido na criação de muitos jogos e filmes populares, pode não ser difícil para eles olhar para outras vias potenciais de crescimento, como sua notória conta do Twitch, bem como esportes eletrônicos e eventos da WWE. Até a Activision Blizzard ser acusada de promover um ambiente de trabalho prejudicial no ano passado, o Exército dos EUA pretendia gastar uma parte de seu dinheiro em eventos da Call of Duty League, mas isso foi interrompido por enquanto.

Continua depois da Publicidade

O Exército dos EUA também tem uma equipe própria de e-sports. Além dessa variedade de métodos para a marca do Exército dos EUA, o relatório também sugeriu que os anúncios do Call of Duty Mobile poderiam ser alterados para recompensar os jogadores com a moeda do jogo por assistirem aos anúncios do Exército dos EUA, algo que nunca se concretizou.

Respondendo às perguntas da Vice sobre os gastos do Exército dos EUA para recrutamento, um porta-voz afirmou que eles “devem encontrar os jovens onde eles estão”, sugerindo que o melhor lugar para atingi-los é online. Embora alguns jogadores continuem criticando as táticas do Exército dos EUA, apesar do fato de algumas das destacadas no relatório não terem sido postas em prática, outros continuam de olho em sua equipe de e-sports.

Via: Game Rant/Vice

CONTEÚDO RELACIONADO