Red Bull SoloQ | Chega a final brasileira de torneio mundial de LoL x1

Publicado em 31/7/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Dos mais de 15 mil inscritos, agora restam apenas quatro brasileiros na disputa pelo título nacional do maior torneio mundial de LoL x1 para amadores, o Red Bull SoloQ. Após superarem as fases classificatórias e intermediária, o paulista Felipe ‘BF’ Gonçalves, o fluminense Eduardo ‘Tada’ Tadashi, o mineiro Lucas ‘Päce’ Ribeiro e o gaúcho Henrique ‘Henry9’ Vieira mostraram grandes habilidades e seguem firmes em busca do troféu brasileiro da competição. 

Xará de brTT, Felipe Gonçalves tem uma história bastante curiosa. Ele já foi campeão brasileiro da competição, em 2018, e, na ocasião, representou o País no Mundial. Aos 22 anos, o atirador ‘BF’ mora em Mirassol e ainda sonha em se tornar atleta profissional do game.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Enquanto treina e busca uma vaga, deseja retornar ao lugar mais alto do pódio entre os amadores de x1 no LoL. “É muito bom retornar à final do campeonato. Esta temporada está sendo bem diferente para mim devido ao x1 ser na Top Lane. Precisei adaptar praticamente tudo o que usei em 2018. Alguns picks não funcionam mais, enquanto outros ganharam força. E, apesar de os adversários serem fortes, estou confiante com as minhas mecânica e estratégia. Tenho picks fortíssimos que eu gosto de jogar e não dava para usar em 2018. Além disso, a minha Champion pool está bem maior”, afirmou o jovem. 

Já para ‘Tada’, ‘Päce’ e ‘Henry9’, essa é a primeira oportunidade na final do torneio. De modo 100% online, os jogos acontecerão em novembro e contarão com transmissão ao vivo, pela internet. Casters oficiais da Riot Games farão a narração e os comentários da decisão brasileira do Red Bull SoloQ.

O grande vencedor representará o Brasil no Mundial, em data a ser divulgada em breve. Nesta temporada, o evento terá mais de 35 países participantes, e o modo de jogo é o x1, com blind pick. Vence aquele que derrotar os adversários por first blood, creep (minion) score de 100 ou ao destruir a torre do adversário.

Países como Áustria e Romênia, por exemplo, já conhecem os seus campeões nacionais. O torneio ainda conta com a parceria da Riot Games e apoio da AOC. 

Sobre a Riot Games

A Riot Games foi fundada em 2006 para desenvolver, publicar e oferecer suporte aos jogos sempre almejando ser a empresa mais focada no jogador do mundo.

Em 2009, a Riot lançou seu título de estreia, League of Legends, com reconhecimento mundial. League passou a ser o jogo de PC mais jogado do mundo e um dos principais impulsionadores do crescimento explosivo dos Esports. 

À medida que o League entra em sua segunda década, a Riot continua a evoluir o jogo, oferecendo novas experiências aos jogadores com Legends of Runeterra, Wild Rift, Teamfight Tactics, VALORANT e vários títulos em desenvolvimento, enquanto explora o mundo de Runeterra por meio de projetos multimídia em música, histórias em quadrinhos e muito mais. 

Kevin aka durante a Red Bull SoloQ Final no Hangar 7 em Salzburgo, Áustria, em 30 de maio de 2020.

Fundada por Brandon Beck e Marc Merrill, a Riot está sediada em Los Angeles, Califórnia, e tem mais de 2.500 Rioters em mais de 20 escritórios em todo o mundo.

Leia também:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio