Publicidade
BGS

W7M Esports anuncia entrada para o cenário de Valorant Feminino

Em parceria com o Banco do Brasil, Bulls entram em mais uma modalidade e passam a ter quatro equipes femininas na organização.
Gostou? Compartilhe!
Bulls Valorant Feminino
(Imagem: W7M Esports)
Publicidade

Nesta quinta-feira (06), a W7M Esports, tradicional organização de esportes eletrônicos, anunciou oficialmente sua entrada para o cenário feminino de Valorant. Em parceria com o Banco do Brasil, instituição que fomenta o universo gamer desde 2018 e é patrocinadora oficial dos Bulls, a nova line-up contará com o mesmo naming rights da equipe feminina de R6, usando o nome de BB. W7M.

Com a novidade, a organização passa a ter quatro modalidades competitivas no cenário feminino, sendo elas: Valorant, Free Fire, Rainbow Six Siege e CS:GO. Lideradas pelo coach Luís Gustavo “lu1sx” Boito, o time será composto por nomes conhecidos, como Leonardo “ori” Damasceno e Thalia “hanna” Fischer, que se juntam as revelações Isabela “peixinho” Souza, Marianne “anne” Abreu e Mayara “may” Prado.

A estreia oficial da equipe acontecerá na Brasil Game Show, em um ShowMatch contra a equipe da TBK, nesta sexta-feira (07). “Sempre que anunciamos a entrada em uma nova modalidade competitiva, um estudo sobre o cenário e sobre o ecossistema do novo jogo é realizado dentro da W7M, pois buscamos levar a melhor infraestrutura para todos os times se desenvolverem na organização. Por isso, ficamos muito felizes em anunciar que agora estaremos no Valorant Feminino, com o objetivo de atuar em alto nível dentro do cenário, dar todo o suporte para as jogadores e buscar, juntos, por mais títulos“, comentou Felipe Funari, CEO e diretor de operações da W7M.

Continua depois da Publicidade

Com quase de cinco anos de atuação dentro do cenário de esports, a W7M já esteve presente em diversas modalidades competitivas, esta, no entanto, é a primeira vez que a organização anuncia a entrada oficial para um jogo da Riot Games. Vale ressaltar que o cenário feminino de Valorant é aberto para todas as pessoas que não se identificam com o gênero masculino, abrangendo também jogadores do movimento LBGBTQIA+.

CONTEÚDO RELACIONADO