Publicidade
Confira

Hideo Kojima faz desabafo sobre parentes e aposentadoria

Kojima sempre leva suas opiniões até a rede social, e agora ele fez um desabafo sobre a indústria de jogos e as opiniões de amigos e parentes.
Gostou? Compartilhe!
Hideo Kojima
(Imagem: Divulgação)
Publicidade

Hideo Kojima é um dos maiores nomes da indústria de jogos e em breve também do entretenimento, já que o criador de fantásticos jogos como Metal Gear Solid, estará produzindo uma adaptação de seu mais recente jogo Death Stranding para os cinemas. Hideo Kojima, além disso tudo, também é famoso por trazer nomes da TV e dos cinemais para as suas obras.

Apreciador de filmes, Kojima não se cansa de fazer comentários a respeito da sétima arte, como por exemplo ao fazer muitos elogios ao trailer do longa Furiosa, um spin-off de Mad Max. O desenvolvedor do jogo formou muitas amizades também com diretores de alto nível, incluindo Jordan Peele e Guillermo del Toro. Ele até aproveitou algumas dessas amizades para ajudar em seus próprios jogos, seja ajudando-o em um nível narrativo ou até mesmo estrelando seus games.

E Hideo Kojima é um homem que gosta de expressar suas opiniões, sendo a mais recente um desabafo em seu Twitter oficial, onde ele falou sobre sua empresa, o mercado de jogos, parentes e aposentadoria. Seu desabafo é algo que muitas pessoas que estão iniciando no mercado, seja ele qual for, acabam passando. Portanto, serve como um belo recado!

Continua depois da Publicidade

“A razão pela qual sou independente e defendo uma carreira para toda a vida é porque para mim “criar coisas” não é mais um trabalho. É por isso que não há aposentadoria. Criar coisas é viver. Mais uma coisa. Na indústria de jogos, há muito poucas pessoas que conseguiram se tornar independentes de um grande estúdio de produção de jogos, seja no Japão ou no exterior. Mesmo há oito anos, quando comecei a minha própria empresa, sofri oposição de todos, incluindo dos meus pares, colegas e familiares, que disseram: “Isso nunca vai funcionar!”. uma empresa. No entanto, alguém tem de provar que essa é uma forma de pensar antiquada. Os jovens criadores devem ter liberdade de escolha. Esta é uma das razões pelas quais continuo a “criar coisas”.”

Via: X

CONTEÚDO RELACIONADO