5 coisas que Spider-Man 2 para Playstation 5 DEVE ter

Publicado em 3/6/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com a nova geração de consoles de jogos chegando, é importante refletir sobre os últimos anos da biblioteca de experiências maravilhosas do PlayStation 4. Um exemplo recente é o jogo do Homem-Aranha de 2018, exclusivo para o console. Era uma alegria absoluta jogar: o balanço era impecável, a luta soberba e profunda, e o enredo era caprichoso, mas emocionalmente maduro quando necessário.

SPOILERS PARA SPIDER-MAN PS4 daqui para frente!

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Naturalmente, com o final do jogo revelando Harry Osborn submerso em um tanque de água verde – sem mencionar as vendas astronômicas do título – uma sequência é inevitável. Em termos de sabedoria, Spidey sempre esteve no coração de muitos fãs de quadrinhos pela Marvel, devido à sua capacidade de relacionar-se e ao seu charme, sem mencionar que seus poderes são naturalmente divertidos – e os bandidos com quem ele se afasta são alguns dos mais emblemáticos de todas as histórias em quadrinhos.

Portanto, aqui estão cinco coisas que o Spider-Man 2 da Insomniac definitivamente precisa incluir para combinar com o slam dunk sobre-humano do primeiro jogo. O que você acha? Existe uma história ou personagem em particular que você gostaria de ver renderizado para PlayStation 5 pela Insomniac? Coloque-o nos comentários!

5. Duende Verde

Claro, eu já estraguei o final, mas vamos lá, é natural que um dos Osborn suba ao planador no segundo game do cabeça de teia. Tendo existido como o inimigo mais persistente e desprezado do Homem-Aranha, trazer o Duende para a segunda rodada solidificaria a série como uma a se referir nas discussões sobre como criar um antagonista convincente, como ocorreu com Octavius.

Norman ou Harry, isso não importa, pois ambos são interessantes para enfrentar Aranha, e se eles fizerem isto como fizeram com Otto no início, solidificariam o status da Insomniac como um desenvolvedor que entende os vilões de Spidey como mais do que apenas maníacos orgulhosos e coloridos.

Permita-lhes tempo para retratar Norman ou Harry como uma pessoa com motivações e implicações equivocadas – e, sim, fazê-lo parecer imponente em verde e roxo. Eles podem até matar um personagem importante no lugar de Gwen Stacy, se ela não estiver por perto. Chega de matarem a coitada!

4. Novas locações

Nova York é incrível de se ver, um espetáculo incrivelmente alto e assustadoramente alto(!), mas a variedade de locais é importante para a longevidade de uma série. Isso não significa trocar a Big Apple por uma outra Maçã qualquer, por exemplo, mas uma variedade maior de locais fora ou dentro da cidade faria maravilhas por estabelecer NY como uma cidade bem habitada por seus habitantes.

Torne certos edifícios acessíveis por dentro, como o Daily Bugle ou a Torre dos Vingadores, e seria uma maneira infalível para os jogadores se aprofundarem em outros locais do jogo. Há potencial para uma jogabilidade interessante aqui também, talvez entrando no prédio errado na hora errada (que bom que mesmo errando, ele acerta), quando um acordo de armas está ocorrendo e você poderá impedi-lo antes mesmo de começar.

Fazer isso aumentaria tremendamente a imersão e manteria os jogadores voltando aos dois jogos para comparar quais locais são amigáveis e quais não. Com o potencial poder de renderização do PS5, seria uma maneira inteligente de testá-lo e permitir que a Sony flexionasse sua tecnologia com o maior herói da cidade.

3. Mais de Miles Morales

Uma história de amadurecimento é a essência do Spider-Verse, e qual a melhor maneira de exemplificar isso do que com mais desenvolvimento para um protegido em particular? Miles Morales tinha uma excelente caracterização no Spider-Man PS4, embora isso fosse principalmente para estabelecer suas motivações e o que o leva a ajudar Peter.

Para uma segunda rodada nesse mundo, seria sensato que Insomniac aproveitasse ao máximo suas novas habilidades e o levasse para uma Nova York mais uma vez sitiada, só que desta vez, como em Into the Spider-Verse de 2018, onde ele está aprendendo a usar seus poderes sob a tutela de um Peter Parker, esperançosamente menos irritado.

Alternar entre eles em grandes batalhas ao estilo Batman: Arkham Knight permitiria uma variedade nova em um sistema de combate que já era conhecido por sua fluidez, e imagine as possibilidades de fantasias. O primeiro jogo provocou isso, então é uma possibilidade muito lógica, mas a inclusão de Miles realmente criaria uma história rica que é exclusiva do Homem-Aranha e tornaria a jogabilidade e a aventura significativamente mais profundas.

2. Matt Murdock: O Demolidor (Daredevil)

A versão de 2018 do game do Aranha continha vários easter eggs e referências a outros personagens, entre eles os escritórios de Nelson & Murdock, um escritório de advocacia no qual metade é operada por Matt Murdock, AKA Demolidor.

O Demônio de Hell’s Kitchen merece reconhecimento nos jogos devido a um profundo poço de histórias aclamadas e sua própria série na Netflix, que infelizmente foi cancelada no mesmo ano em que Spidey chegou no PS4. A adição de Murdock permitiria uma corrente legal do enredo semelhante à primeira temporada da interpretação de Charlie Cox, um dos pontos fortes da temporada, e sua roupa brilhante e habilidades de luta igualmente chamativas seriam uma inserção bem-vinda ao lado mais sombrio do vigilantismo de Nova York .

O encontro entre o Aranha e o Homem Sem Medo não seria de se estranhar, já que isto aconteceu várias vezes nas HQs, tendo demonstrado que são amigos e trabalham muito bem juntos. Em mais de uma ocasião, Matt chegou a defender o Homem-Aranha no tribunal – uma vez depois de ser acusado de assassinato, e outra para garantir que sua identidade continuasse secreta. A personalidade mais sombria e áspera de Murdock pode até levá-los a entrar em conflito de alguma maneira – realmente não importa em que capacidade o Diabo seja incluído, desde que ele esteja.

1. Simbionte!

Peter teve um armário de roupas largo ao longo dos anos, então é natural que ele deva ter uma na tonalidade mais escura de seu uniforme icônico. Sério, a saga Symbiote é uma história tão rica, uma das mais importantes da galeria de personagens e vilões do Homem-Aranha, misturando elementos como horror e paranoia, e incluindo personagens como o Quarteto Fantástico. Incluir o simbionte para a sequência não é apenas inteligente, talvez seja necessário, e quem não ter certeza se personagens como Venom e Carnage têm o potencial de serem incluídos, com o perdão mas é um acéfalo.

Nova York pode se tornar um terreno fértil para choques simbióticos, talvez MJ se torne Shriek e cause estragos? De que maneira Eddie Brock vai levar em consideração, dado que Harry parece ter o simbionte? Tanto potencial para contar histórias, desenvolvimento de personagens e construção do mundo, e uma oportunidade ainda maior para um conflito em toda a cidade, como foi visto no jogo de 2018.

Uma história tão icônica exige que um jogo inteiro se concentre nela, e a sequência de Spidey com a mesma equipe que fez a primeira é uma oportunidade fantástica de acertar.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio