6 Jogos que você deve jogar se gostou de Round 6

Confira nossa lista de 6 jogos para se sentir dentro do universo de Round 6.

Publicado em 13/10/2021 12:54
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Round 6 é uma verdadeira febre da Netflix, onde tem gerado muitas discussões a respeito da série, se terá uma segunda temporada, curiosidades, comparações com outras franquias, livros e até chegou ao universo de Fortnite. Mas aqui o negócio é realmente jogo, e como Round 6 infelizmente não possui uma adaptação para o universo de jogos, separamos 6 títulos que você deve jogar se gostou de Round 6. Portanto, chega de conversa e vamos a eles! A lista é aleatória.

6. The Last of Us 2

Em sua essência, The Last of Us 2 é uma denúncia do tribalismo e da mentalidade “nós contra eles” que parece que muitas pessoas começam a cair assim que a ordem criada pelo homem se dissolve. O jogo explora essa ideia, mostrando o quão destrutivo esse tipo de mentalidade pode ser, com Ellie arruinando grande parte de sua vida em busca de vingança. Sem entrar em spoilers, chega um momento no início de Round 6 em que os competidores começam a perceber que as regras normais da sociedade não se aplicam quando estão na ilha, e as coisas ficam muito tensas muito rápido.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após este momento, alianças e grupos começam a se formar, e toda a confiança em estranhos se dissolve instantaneamente. Conforme os jogadores percebem que o jogo não tem lei, alguns começam a cavar fundo em “nós contra eles” enquanto tentam decidir se lutar é a maneira de resolver seus problemas. Tematicamente, há muito “tecido” compartilhado com o de The Last of Us 2, e ambas as narrativas apresentam personagens que o público pode ver melhor, apesar das escolhas erradas que freqüentemente fazem.

5. The Danganronpa

Estranhamente, Round 6 e a série Danganronpa têm muitos elementos narrativos em comum. Nos jogos Danganronpa, um grupo de alunos do ensino médio tem a tarefa de jogar um “jogo de matar” em que os alunos se matam secretamente e não são pegos em um julgamento conduzido por alunos. O protagonista de cada jogo precisa descobrir quem cometeu os assassinatos e identificá-los corretamente.

Tematicamente, os jogos têm muito em comum com o show da Netflix. A série coloca mais de 400 pessoas umas contra as outras, e os criadores do jogo as encorajam a vencer por qualquer meio necessário – mesmo que isso signifique matar. Em ambas as narrativas, fica claro desde o início que nem todo mundo em Round 6 quer jogar os jogos mortais, mas eles não têm muita escolha nisso.

Os “mocinhos” são separados dos “bandidos” em ambas as narrativas pela maneira como todos se adaptam à situação horrível e aqueles que vão tirar o máximo proveito da natureza sem lei dos jogos para seu próprio ganho, e aqueles que estão tentando garantir que todos deixem os jogos vivos.

4. Spec Ops: The Line

Muito se tem falado sobre Spec Ops: The Line desde que foi lançado, já que o título fez grandes declarações sobre os militares dos Estados Unidos e o gênero de jogo de tiro militar como um todo. Embora essas mensagens certamente sejam independentes, Spec Ops: The Line também explora o que acontece quando a liderança é questionada, bem como as pessoas sendo forçadas a tomar decisões de vida ou morte que resultam na morte de alguém de qualquer maneira.

Existem inúmeros exemplos de Round 6 explorando esses dois temas em seus nove episódios. Também eleva a conversa ao fazer com que os competidores do jogo decidam quem está no comando, em vez de ter patentes e posições predeterminadas atribuídas pelos militares. Ambas as narrativas também abordam a exploração, já que estabelecimentos como os militares costumam atacar indivíduos desprivilegiados e de baixa renda, assim como os criadores de jogos fazem em Round 6.

3. Move or Die

Um dos aspectos que mantém Round 6 tão imprevisível ao longo de seus nove episódios é a variedade de desafios que os competidores enfrentam. Eles variam de competições familiares como Tug of War a julgamentos mais exóticos como o jogo titular, Squid, mantendo o público imaginando o que virá a seguir e como uma simples atividade infantil pode ser transformada em uma luta de vida ou morte.

Move or Die é um jogo de festa que captura o drama frenético, em constante mudança e de alto risco de Round 6. Conforme observado no Steam, este “jogo de festa para 4 jogadores que arruína a amizade” apresenta dezenas de modos diferentes que se tornam ainda mais frenéticos ao trocar de modificadores constantemente a cada 20 segundos. Os jogadores podem começar uma partida simples de Bomb Tag ou Falling Blocks, apenas para descobrir que um mutator como Lights Off mergulhou o mapa na escuridão ou que todos os jogadores repentinamente têm Jetpacks.

A outra mecânica que mantém os jogadores atentos e reproduz a natureza de alto risco da série da Netflix está correta no nome Move or Die. Os jogadores devem permanecer constantemente móveis ou perder saúde, o que significa que conforme eles se ajustam a novos modificadores e condições, eles precisam continuar trabalhando em direção aos seus objetivos atuais. As situações saem do controle rapidamente como em Round 6.

2. We Happy Few

Uma das coisas mais assustadoras sobre Round 6 é como as pessoas que dirigem o jogo se comportam de maneira indiferente em relação aos jogadores. Enquanto os vários competidores colocam a vida e os membros em risco, os guardas e o misterioso Front Man continuam com uma calma assustadora. Sem mencionar o fato de que tudo isso é feito enquanto os guardas vestem trajes coloridos e forçam os competidores a jogos que parecem caprichosos na superfície.

No mundo de We Happy Few, uma droga alucinógena deixou a maior parte da população em um estado de torpor, incapaz de distinguir o certo do errado. Muitos deles agora usam máscaras que sorriem eternamente, mesmo quando cometem atos terríveis contra pessoas inocentes. Isso inevitavelmente leva à violência e à desordem, e as poucas pessoas que não foram afetadas – conhecidas como “deprimidas” – têm que fazer o possível para sobreviver em um mundo aparentemente alegre.

Muito parecido com Round 6, um sentimento generalizado de paranóia está presente em cada canto de We Happy Few. Conforme os jogadores tentam escapar da cidade de Wellington Wells, eles começam a aprender mais sobre como as coisas ficaram tão ruins. Se você gosta de descascar as camadas de uma sociedade distópica e eventos horríveis que são tingidos com um pouco de sátira, We Happy Few pode ter o que você está procurando.

1. Grand Theft Auto 5

GTA 5 teve uma vida especialmente prolongada com a ajuda de sua comunidade de modding. Um mod até adicionou 70 novas missões ao jogo, dando aos jogadores mais tempo de jogo em seu ambiente favorito. No entanto, alguns modders usaram os recursos de GTA 5 para criar mundos inteiramente novos ou recriar favoritos da cultura pop. Agora, vários streamers postaram vídeos de um mod que dá vida ao Round 6.

Por exemplo, Caylus começou seu Round 6 dizendo aos telespectadores que esqueceu que se inscreveu para o evento. Então, ele passou a manobrar seu caminho através de cada jogo, começando com Red light green light. Embora Caylus não tenha nomeado o mod que estava usando, ele imitou Round 6 perfeitamente, capturando sua paisagem desolada.

O mod até permitia guardas mascarados em macacões rosa, ameaçadoramente parados em volta dos jogos, mas se recusando a falar. Caylus passou por dois jogos – Luz Vermelha, Luz Verde e o infame desafio da ponte de vidro – mas perdeu o desafio na terceira rodada, que apresentava carros saltando sobre todo o mapa de GTA 5.

Via: Game Rant/Looper/YouTube/Reddit
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar