Após acidente, dublê de Resident Evil ganha processo

Publicado em 20/4/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Olivia Jackson, atriz que atuou como dublê durante as gravações do filme Resident Evil: the Final Chapter (2016), ganhou a última batalha judicial contra a empresa que lhe causou um grave acidente durante a gravações do filme.

De acordo com o site norte-americano Comicbook, o Supremo Tribunal da África do Sul decidiu que a cena que deixou Jackson com ferimentos que alteram sua vida para sempre foram causados por negligência da Bickers Action SA, a empresa que operava o veículo de filmagem e a câmera durante o projeto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O acidente

O acidente foi causado durante as gravações do filme inspirado na icônica franquia de games, em setembro 2015. Na ocasião, Jackson era responsável por fazer as cenas mais arriscadas envolvendo a personagem da atriz Milla Jovovich. A atriz teria sido submetida a gravar uma cena pilotando uma moto em alta velocidade, que não estava combinada.

Imagens: Reprodução Instagram

Após alguma pressão, a atriz acabou aceitando fazer a cena, que consistia em acelerar uma moto em direção a uma câmera que estava numa caminhonete a frente. Contudo, o cinegrafista não conseguiu levantar o aparelho a tempo, fazendo com que a atriz se chocasse contra a câmera e caísse.

Com o acidente, Olivia sofreu um corte profundo no antebraço que chegou até o osso, uma lesão no rosto que arrancou parte da pele de sua bochecha, teve o braço esquerdo amputado, além de uma série de lesões pela coluna e no resto do corpo. Passados quatro anos, Olivia ainda sofre de paralisia na parte superior esquerda do corpo e está em tratamento para dor.

A briga

Por conta do acidente, que deixou Olivia em coma por 17 dias, todas as suas atividades foram interrompidas desde então. Inicialmente, foi entregue a atriz cerca de 33 mil dólares, com a promessa de que mais ajuda financeira seria recebida futuramente, o que nunca aconteceu.

A vitória

Após ser confirmada a vitória de Olivia nos tribunais diante do caso, a atriz desabafou: “Sinto falta da minha cara antiga. Sinto falta do meu corpo antigo. Sinto falta da minha vida antiga. Pelo menos agora finalmente tenho um julgamento no tribunal que prova que esse golpe foi mal planejado e que não foi minha culpa”, disse Jackson sobre a decisão.

O valor pedido inicialmente para a indenização era de 2,2 milhões de libras esterlinas (R$14.500.000,00 na cotação atual)

Processos arquivados

Em setembro de 2019, Jackson ainda entrou com outro processo em Los Angeles contra o diretor do filme, Paul WS Anderson, o produtor, Jeremy Bolt e as empresas de produção. Contudo, o processo foi arquivado, sob a alegação de que o assunto precisava ser resolvido na África do Sul, onde ocorreu o acidente.

Os representantes de Jackson lembram que filme de Resident Evil: The Final Chapter faturou cerca de 312 milhões de dólares. A franquia como um todo já teria passado de 1 bilhão. Atualmente, Olivia Jackson está com uma biografia prestes a ser lançada.

Confira todas as informações do processo aqui.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio