Bungie está arrecadando dinheiro para ajudar vitimas do tiroteio em Buffalo

A Bungie está procurando combater o aumento contínuo do racismo e do discurso de ódio online com ação direta e arrecadação de fundos para outras organizações.

Publicado em 19/05/2022 10:07
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando se trata das questões do dia, a Bungie é uma empresa que parece não ter problemas em divulgar as opiniões daqueles que trabalham para ela. Isso foi demonstrado mais recentemente depois que a empresa emitiu uma declaração após o tiroteio em massa em Buffalo, Nova York. A Bungie tem falado mais nos últimos meses sobre os acontecimentos no mundo e nos Estados Unidos.

Isso inclui falar sobre questões políticas quentes, como quando a Bungie emitiu uma declaração pública em apoio a Roe v. Wade. Essa declaração veio apenas alguns dias depois que um documento legal vazou da Suprema Corte dos Estados Unidos que parecia significar que o tribunal está prestes a derrubar o direito ao aborto. Claro, a tragédia em Buffalo é mais sobre violência sem sentido do que conflito político e a Bungie perdeu pouco tempo deixando claro onde a empresa está no rastro do massacre.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Bungie foi à sua conta oficial no Twitter para anunciar que as pessoas da empresa sentiram por aqueles que foram afetados pela tragédia de Buffalo. O tweet também apresentava o logotipo “Black at Bungie” e incluía um link para uma declaração mais longa sobre como os funcionários do desenvolvedor de Destiny 2 se sentiram sobre os eventos do último fim de semana.

Como parte da declaração sobre a tragédia, a Bungie apontou que com muita frequência esses tipos de ataques “começam dentro de comunidades online que são usadas para recrutar e radicalizar indivíduos”. Esse sentimento parecia ser sublinhado pelo fato de que o tiroteio no supermercado em Buffalo foi realmente transmitido ao vivo no Twitch.

A empresa acrescentou que suas equipes de Suporte ao Pagador e Comunidade trabalharão com o grupo Black at Bungie para encontrar uma maneira de conter o discurso de ódio racista online. Além disso, a empresa anunciou que seu pin “Be Heard” com o tema “Black Lives Matter” está sendo apresentado na Bungie Store.

Acrescentou que a partir de agora e “pelo menos” no próximo ano, todos os lucros obtidos com o broche serão doados ao Southern Poverty Law Center. Essa organização é uma que há muito se dedica a monitorar e expor grupos de ódio racistas. O pin “Be Heard” também vem com um emblema que os jogadores de Destiny 2 podem usar para mostrar seu apoio.

A declaração da Bungie sobre a tragédia em Buffalo parece sublinhar outra declaração da empresa sobre sua aquisição pela Sony. Na terça-feira, o CEO Pete Parsons deixou claro que a Bungie não seria amordaçada.

Via: Game Rant/Bungie/Twitter
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar