Publicidade

Com 46 patentes e nenhum botão, Xiaomi cria celular que pode não ser uma boa para jogar

Gostou? Compartilhe!
Xiaomi cellphone
Celular conceitual da Xiaomi. Imagem: Reprodução/Xiaomi.
Publicidade

Nesta última sexta (5), a chinesa Xiaomi apresentou mais um modelo conceitual de celular que promete inovar em vários quesitos diante do que está atualmente no mercado. Colocado como o primeiro celular com display de catarata quadricurvo, a nova aposta da empresa possui algumas ousadias técnicas que devem dividir opiniões, inclusive de gamers.

Veja também:

    Para começar, não há botões físicos, nem mesmo para ligar o telefone. Isto e outras funções básicas são feitas via touch pelas laterais do aparelho, por onde se estende a tela, que também abraça a parte de cima e de baixo do aparelho, formando o chamado ‘efeito cascata’ por todas as quatro partes do celular. E é justamente aqui que isso pode ser um obstáculo para quem joga em mobile.

    Novo modelo da Xiaomi não tem teclas nem portas de carregamento — Foto: Reprodução/Xiaomi
    Zero botões. Imagem: Reprodução/Xiaomi.

    Por conter uma tela sensível em partes onde se fixam os controladores usados para jogar, a rigidez desses acessórios poderia danificar o funcionamento do aparelho, limitando a experiência ao uso de botões digitais apenas. Ainda não se sabe como uma tela que se expande por todas as bordas do aparelho enquadraria um conteúdo gamer, e embora isso possa ser contornável, a questão da pegada pode ser algo que dificulte a jogatina em algum momento.

    Continua depois da Publicidade

    Porém, nem tudo sobre o celular conceitual da gigante chinesa é questionável. A câmera de selfie oculta atrás da tela, o carregamento sem fio e mais de 46 patentes envolvendo cerâmica, laminação de vidro e outras tecnologias envolvidas são certamente algo que deixam o aparelho com a cara que quer a Xiaomi: de visual simples e futurista.

    Por se tratar de um conceito, isto é, uma ideia ainda a ser trabalhada em alguns pontos, o celular da Xiaomi ainda não tem data para chegar ao mercado. Contudo, vale lembrar que a empresa já conseguiu fabricar um celular cuja tela abraça praticamente o aparelho inteiro. Confira abaixo o Mi Mix Alpha:

    CONTEÚDO RELACIONADO