Conheça Pixel Ripped 1995, jogo VR brasileiro que homenageia gamers dos anos 90

Publicado em 15/4/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta quarta-feira (15), a ARVORE, produtora brasileira de Realidade Virtual, anunciou que seu novo jogo, Pixel Ripped 1995, será lançado no dia 23 de abril na Oculus Store para as plataformas Oculus Quest e Oculus Rift, e também na Steam

Nesse novo capítulo da aclamada série Pixel Ripped, os jogadores farão uma viagem nostálgica inesquecível para o ano de 1995, num nítido tributo aos jogos clássicos da época. Situado na era em que os consoles de 16 bits estavam evoluindo para os de 32 bits e os jogadores da primeira geração estavam amadurecendo de adolescentes para adultos, os jogadores farão uma viagem para dentro (e fora) de suas telas de videogame para salvar o universo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Até a mãe dos anos 90 reclamando tem. Imagem: Divulgação.

Em Pixel Ripped 1995, a heroína de videogame Dot precisará da ajuda do melhor jogador do ano – um garoto despretensioso de 9 anos chamado David – para juntos enfrentarem desafios no mundo dos jogos 2D e dos primeiros jogos 3D.

Assumidamente nostáugico

De acordo com a divulgação oficial do game, Pixel Ripped 95 evoca um genuíno sentimento nostálgico, como a adrenalina de jogar games depois que sua mãe te mandou para a cama, ou a emoção de encontrar o último lançamento na locadora.

Imagine uma fase ambientada numa clássica locadora de games dos anos 90. Imagem: Divulgação

O jogador terá que fazer tudo isso por diversos ambientes – incluindo sua sala de estar, quarto, a locadora do bairro, o fliperama no cais e muito mais. Com seis fases totalmente originais, onde cada uma parece um jogo inteiramente novo, Pixel Ripped 1995 é uma jornada incrível tanto para jogadores de realidade virtual quanto para amantes de games retrôs.

A Origen da Saga: Pixel Ripped 1989

Antes de 95, a ideia foi algo 1989, e isso veio com Pixel Ripped 1989. Lançado em julho de 2018 e com mais de 17 prêmios e indicações, o jogo é sobretudo uma homenagem multidimensional aos primeiros dias dos jogos. O jogador embarca em uma jornada para a tela de um videogame clássico nos tempos dos consoles portáteis de 8 bits.

A ideia aqui também é brincar com o conceito de se jogar um jogo dentro de um jogo também com Dot, uma personagem que vê seu mundo dilacerado por Cyblin Lord, um vilão capaz de quebrar a barreira do videogame, pular da tela e invadir o mundo real.

O jogador assume o papel de Nicola, uma estudante da segunda série que deve ajudar Dot a salvar as duas realidades dessa ameaça, enfrentando desafios no mundo 2D de retro-jogos, enquanto distrai o bravo professor e foge do furioso diretor no mundo 3D.

O jogo recebeu financiamento da Oculus e um amplo reconhecimento internacional:

  • New Face Award at the 22nd Edition of the Japan Media Arts Festival
  • Most Innovative Game – BIG Festival 2019
  • Best VR Games Showcase – SIGGRAPH 2019
  • Best VR Game at GDC 2018 – Tom’s Guide
  • Best VR Game Selection 2018 – VR Awards
  • IndieCade 2018 – Official Selection
  • Most Innovative Game 2018 – Lisboa Games Week
  • Most Innovative Selection 2017 – Proto Awards
  • Best Original Score Selection 2017 – Proto Awards
  • Best Virtual Reality Game 2015 – AMAZE Festival 
  • IndieCade 2015 – Official Selection
  • Best Demo Pitch 2014 – Intel

Pixel Ripped 1989 está disponível na Steam Store (LINK), Oculus Store (LINK) e PlayStation Store (LINK).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio