EA anuncia retirada de produtos da Rússia e jogos como FIFA ficam proibidos

"Continuamos chocados com o conflito que está se desenrolando na Ucrânia"

Publicado em 04/03/2022 16:30
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A mais recente grande editora de jogos que interrompeu as vendas de seus produtos na Rússia e na Bielorrússia é a Electronic Arts, casa do FIFA, The Sims e outras franquias. A empresa falou que está em processo de parar de vender produtos e serviços nos países.

Essa medida segue a invasão ad Ucrânia pela Rússia, que teve início no dia 24 de fevereiro, e está sendo auxiliada pela Bielorrússia. “Continuamos chocados com o conflito que está se desenrolando na Ucrânia e nos juntamos a tantas vozes ao redor do mundo pedindo paz e o fim da invasão”, falou a EA. 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Somos solidários com o povo da Ucrânia. Nossa principal preocupação é a segurança contínua das pessoas na região, principalmente colegas e parceiros, e estamos procurando entender como podemos ajudá-los da melhor maneira além de nossos programas que já estão em vigor. Tomamos a decisão de interromper as vendas de nossos jogos e conteúdo, incluindo pacotes de moeda virtual, na Rússia e na Bielorrússia enquanto esse conflito continua”, disse ainda.

“Como resultado, nossos jogos e conteúdo não estarão mais disponíveis para compra em nossa vitrine da região russa no Origin ou no aplicativo da EA, inclusive nas lojas do jogo. Também estamos trabalhando com nossos parceiros de plataforma para remover nossos títulos de suas lojas e interromper a venda de novos conteúdos in-game na região”, finalizou.

Microsoft e CD Projekt também já se pronunciaram sobre parar de vender produtos e serviços na Rússia. O mundo pede paz!

Via: Tom Ivan/VGC
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar