Estúdios de games na Ucrânia amanhecem sob bombardeio e se manifestam nas redes sociais

"Nosso país acordou com os sons de explosões e tiros de armas"

Publicado em 25/02/2022 16:39
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em meio à guerra da Rússia x Ucrânia, os desenvolvedores ucranianos de games se manifestaram nas redes sociais. Stalker GSC Game World, The Sinking City, o estúdio de Sherlock Holmes Frogwares e a fabricante de Suvarium Vostok Games, são algumas empresas abrigadas na Ucrânia.

Inclusive, a Ubisoft tem dois estúdios no país, na capital Kiev. “Nosso país acordou com os sons de explosões e tiros de armas, mas está pronto para defender sua liberdade e independência”, disse o GSC, pedindo ajuda para as forças armadas da Ucrânia. “O futuro é desconhecido, mas esperamos o melhor, estamos sempre certos de nossas forças armadas e nossa crença na Ucrânia.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ao Eurogamer, a Ubisoft declarou o seguinte, sobre seus estúdios em Kiev e na cidade portuária de Odessa: “A segurança e o bem-estar dos membros de nossa equipe são sempre nossa principal preocupação”, falou um porta-voz da Ubisoft. “Estamos monitorando a situação de perto e já implementamos várias medidas para ajudar a manter nossas equipes na Ucrânia seguras. Também estamos fornecendo assistência e ajuda a todos os membros da equipe. Não temos mais detalhes para compartilhar neste momento, mas continuaremos a monitorar e ajustar-se à situação à medida que ela evolui.”

David Tisserand, gerente da Ubisoft, em Montreal, deu detalhes de alguns dos trabalhos realizados pelos membros da equipe ucraniana da empresa. “É difícil colocar uma cara de trabalho hoje, pois nossos colegas ucranianos estão sendo invadidos. Se você não sabia, as equipes em Kiev e Odessa têm sido fundamentais para tornar os jogos que amamos mais acessíveis desde Origins [Assassin’s Creed]”, falou.

A maioria das opções de personalização que nossos jogadores se acostumaram a vir diretamente de sua paixão e dedicação. Eles também são os que melhoram nossos mecanismos para garantir que possamos aumentar ainda mais a acessibilidade no futuro. Estou com medo pelos amigos com quem eu ainda estava tendo reuniões ontem”, disse ainda, com preoucupação.

Criadora do Suvarium, Vostok Games, com sede em Kiev, twittou a seguinte imagem:

Seguido de um post de acompanhamento, Vostok falou que sua equipe estava segura. Ao Kotaku, um porta-voz da Frogwares falou que alguns de seus membros da equipe foram acordados por bombardeios, nas proximidades e ataques de foguetes.

“Temos pessoas em toda a Ucrânia, então alguns acordaram hoje às 5 da manhã com o som de bombardeios e foguetes atingindo as proximidades. A maior parte da equipe está em Kiev e eles disseram que há um pouco de agitação e comoção pública agora nas ruas, já que as pessoas começam a estocar suprimentos ou tentam sair para os arredores”, falou.

“À medida que a situação continua mudando, a Frogwares e a equipe estão observando e se adaptando conforme necessário. O trabalho diminuiu ou parou completamente dentro de certas equipes, pois funcionários individuais começaram a fazer o que precisam para garantir sua segurança primeiro. Ter algo para fazer / poder conversar com seus colegas e se permitir algum tipo de distração”, finalizou.

A Sengi Games, criadora do The Serpent Rogue, publicado pela Team17, disse o seguinte: “Caros amigos, como alguns de vocês devem saber, estamos sediados na Ucrânia, hoje nosso país foi atacado pela Rússia. Eles declararam uma guerra e atualmente atacam nossos cidadãos. Não poderemos responder ou ajudá-lo muito com o jogo ATM. Amor e paz para todos vocês!”

Vários desenvolvedores de fora do país disseram que vão doar em resposta. Todos os rendimentos da venda do jogo anti-guerra do estúdio polonês 11 bit, ‘This War of Mine’, irão para a Cruz Vermelha Ucraniana na próxima semana. O desenvolvedor do teste de Turing Bulkhead doará mil euros para a organização, enquanto o GOG também doará parte de suas vendas.

A CD Projekt também está doando mais de US$ 200.000 dólares para a organização humanitária polonesa PAH. Enquanto isso, a fabricante de Destiny Bungie doará para esforços humanitários como parte de seus programa Game2Give.

Enquanto isso, as pessoas se manifestam nas redes sociais com a hashtag #StopRussianAggression.

Via: Tom Phillips/Eurogamer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar