Ex-executivo da Sony diz que jogos são muito longos

Publicado em 25/6/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Para muitos, os videogames representam um bom investimento. Com um preço médio de venda R$ 250 (nos grandes lançamentos), os jogadores estão constantemente demonstrando preocupação com o tempo que podem gastar com seus jogos.

De acordo com Shawn Layden, ex-presidente da Sony Interactive Entertainment Worldwide, os jogos ficaram muito longos, e a indústria deve considerar diminuir o tempo de jogatina dos mesmo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em entrevista para a Venturebeat, Layden falou sobre suas razões pessoais para querer ver essa mudança e por que ele acha que seria melhor para a indústria como um todo.

“Eu gostaria de receber o retorno de um jogo de 12 a 15 horas”, disse Layden. “Eu terminaria mais games, antes de tudo. Assim como uma peça de literatura ou um filme bem editado, eu tenho observado a disciplina em torno disso, e tudo o que envolve ela. Isso poderia nos tornar um conteúdo mais rígido e atraente”, complementa.

Enquanto muitos jogadores desfrutam de longas experiências, há outros que completariam mais jogos se eles fossem mais curtos.

Tamanho dos games e principalmente seus preços, são assuntos diários na indústria. O que seria mais válido, pagar caro em um jogo de 80 horas ou mais barato em um título com 15 horas de gameplay?

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio