Por que alguns PC games estão proibidos nos EUA

Estado americano tem sérias restrições contra aparelhos que demandam muito consumo de energia

Publicado em 28/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os Estados Unidos, um dos maiores termômetros para o mercado gamer no mundo, está esquentando as cabeças de quem fabrica PCs Gamers. Isto porque alguns estados do país estão com rígidas restrições de comercialização para aparelhos que demandam um alto consumo de energia, algo que os computadores voltados para jogos são reconhecidamente assumidos.

Diante disto, PCs como o Alienware Aurora, da Dell, não serão enviados para a Califórnia, Colorado, Havaí, Oregon, Vermont ou a capital Washington, já que a máquina passa e muito o permitido na região. A empresa já até colocou em seu site um comunicado para alertar os possíveis compradores residentes nestes estados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Este produto não pode ser enviado para os estados da Califórnia, Colorado, Havaí, Oregon, Vermont ou Washington devido aos regulamentos de consumo de energia adotados por esses estados”, afirma o site antes da personalização. “Todos os pedidos feitos com destino a esses estados serão cancelados.”

Califórnia bate na tecla desde 2016

O estado da Califórnia é um dos pioneiros na exigência em questão. Foi o primeiro estado a estabelecer limites de eficiência energética para computadores em dezembro de 2016. Embora os padrões não tenham entrado em vigor até 1º de janeiro de 2019, os PCs fabricados entre então e 1º de julho de 2021 devem usar no máximo 50/80/100 kWh por ano para pontuações de expansibilidade (ES) inferiores a 250, 251-425 e 426-690, respectivamente. 

Qualquer máquina montada depois desta data deve seguir á risca as restrições do Nível II: não consumir mais do que 50/60/75 kWh por ano. De acordo com a descrição do produto, o Alienware Aurora Ryzen Edition R10 fica ocioso em 66,29 watts e usa 563,01 watts em alto rendimento.

Níveis

A pontuação de capacidade de expansão compreende quatro modos de uso não ativos: modos ocioso curto, ocioso longo, hibernar e desligado. A pontuação também é baseada no número e tipos de interfaces, bem como requisitos de energia adicionais de add-ons como placas de vídeo, memória de sistema de alta largura de banda e semelhantes.

Via Jeremy Winslow/VGC
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio