Remake de Metal Gear Solid 3 pode estar em andamento, mas 3 coisas estão contra

Um remake sempre divide opiniões, mas um remake de MGS3 é algo que rende debates acalorados

Publicado em 02/10/2021 15:18
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta semana, um relatório exposto pelo site VGC apontou que um dos maiores clássicos da Konami pode estar com um remake encaminhado: Metal Gear Solid 3, que estaria nas mão do Virtuos Studios. Contudo, não é preciso esperar o final da frase para saber que uma ideia como essa já vem com problemas na borda. E eles são pelo menos três numa análise rápida.

Indo do mais velho para o mais novo dos obstáculos, vale começar lembrando que entre a Konami e Metal Gear Solid 3 há uma treta rochosa chamada Hideo Kojima. Após uma saída marcada por desinformação, farpas e também prêmios em 2015, a empresa e o japonês nunca mais trabalharam em nenhum projeto juntos e a franquia definhou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E diante disto, retomar o caso, por mais que questões contratuais possam permitir que a Konami refaça o game, pode ser algo desgastante, para a Konami, Kojima e até os fãs, que já não aguentam mais ler notícias de que a franquia pode retornar deste ou daquele jeito. Em suma, a Konami precisa querer, Kojima precisa estar envolvido nem que seja com a benção e os fãs precisam receber algo decente.

E receber algo decente é justamente algo que, neste momento, tem jogado contra a Konami. Isto porque a mais recente versão de eFootbal recebeu duras críticas por conta da baixa fidelidade visual quando comparada com os jogadores da vida real.

O resultado gerou uma enxurrada de memes, e embora a empresa tenha prometido que vai melhorar isso, o mal-estar que lembrou Sonic está feito. Quem quer um Snake com o grau de fidelidade abaixo? Por mais que isso pareça improvável, o ranço pode fazer o projeto ser engavetado antes mesmo de tomar corpo.

Seja como for, os três problemas estão aí: O envolvimento de Kojima, o deslize de eFootbal e o julgamento dos fãs, que contam com uma forte parcela que prefere deixar o passado no passado mesmo. Por enquanto, a cinquentenária Konami segue exercitando resgates menos turbulentos, como a coletânea Castlevania Advance. E se até os vampiros com 35 anos de casa voltaram a ver a luz do sol, quem sabe o que está por vir, sem se queimar?

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar