Riot Games pagará 25% do salário a quem pedir demissão

Segundo empresa, motivo não é corte, mas sim trabalhar com pessoas motivadas.

Publicado em 12/01/2022 12:41
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Riot Games pagará a qualquer funcionário 25% de seu salário anual se ele se demitir agora! Quando aplicável, os funcionários que aceitarem a oferta receberão três meses de benefícios de saúde subsidiados e não perderão os próximos bônus. Segundo a empresa, ela não está tentando cortar custos diminuindo seu número de funcionários, de acordo com o CEO Nicolo Laurent, que disse ao Business Insider que é o oposto que está acontecendo.

“Estamos tentando expandir o negócio”, disse ele. “Só queremos ter certeza de que temos a equipe certa de pessoas altamente motivadas.” Essa equipe deve aceitar o plano de cinco anos da Riot, que Laurent explica em uma postagem no blog com várias declarações desconcertantes, como “nossos jogos trabalharão juntos para continuar ouvindo os jogadores”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A essência é que a Riot está se reestruturando, mudando seu modelo de remuneração (e dando equidade aos funcionários de alguma forma), abrindo novos estúdios e trabalhando em novos jogos e outras mídias. A Riot também exigirá que os funcionários voltem a trabalhar em um escritório por três dias por semana em algum momento no futuro.

Quanto ao eventual retorno aos escritórios, Laurent disse ao Business Insider que estar no escritório é “significativamente melhor” para “trabalho criativo que requer muitos conjuntos de habilidades e colaboração diversos”. Os funcionários que, durante a pandemia, se afastaram demais dos escritórios da Riot para se deslocar aparentemente deverão se mudar ou aceitar a oferta da empresa.

E se não aceitarem?

Laurent disse também ao Business Insider que apoiar esses funcionários enquanto encontram um novo trabalho faz parte do objetivo do programa e que alguns vão sair com ou sem cheque. O programa de “demissão” para funcionários da Riot que querem sair já existia de forma mais limitada. Chama-se Queue Dodge e permite que as contratações recentes da Riot que não estão se adaptando ao trabalho saiam com 10% de seu salário anual até US $ 25.000. Para janeiro, a Riot está aumentando temporariamente o pagamento e expandindo-o para todos os funcionários, sejam ou não contratados recentemente.

“Ninguém deve sentir pressão para ficar ou sair da Riot”, escreveu Laurent. “O que quer que eles escolham é a decisão certa para eles. Se eles estão empolgados com o que vem a seguir e querem ficar na Riot, isso é ótimo. Se eles estão hesitando e este pacote facilita a saída deles, tudo bem também.”

Via: Business Insider/PC Gamer/Riot Games

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Produtos recomendados

HD EXTERNO

Comprar

CONTROLES

Comprar

CONSOLES

Comprar

ACESSÓRIOS

Comprar

CADEIRA GAMER

Comprar

HEADSET

Comprar