VAR ajuda, Gabigol marca, e Cartoleiros são trollados

Publicado em 31/8/2020
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A tarde quente na cidade de Santos também experimentou um clima de temperatura semelhante no gramado da Vila Belmiro nesta sexta rodada do Campeonato brasileiro. O Flamengo visitou o litoral santista e saiu de campo com uma importante vitória em cima do Santos, que teve uma tarde em que tudo parecia jogar contra.

Primeiro foram os dois gols do peixe anulados pelo VAR, ainda na primeira metade do primeiro tempo. No primeiro, Raniel estava impedido no cruzamento de Pará. Já no segundo, Jobson, também impedido, tenta a cabeçada na falta cobrada por Marinho, erra e a bola chega ao gol, mas a arbitragem entende que ele participou do lance e acabou invalidando o gol.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No segundo tempo, o VAR ainda entraria em campo para avaliar uma entrada em Marinho, o que acrescentar ainda mais demora na sequência do jogo, totalizando 17 minutos de acréscimo. A jogada quase põe em risco do atacante santista, o segundo jogador mais escalado no Cartola nesta rodada.

Por fim, o golpe fatal veio nos aos 50 minutos do primeiro tempo, justamente com a lei do ex. Gabigol, aproveitou um contra-ataque veloz e bateu de canhota pela direita, marcando o gol da vitória. Confira o lance:

Campeonato Brasileiro – 6ª rodada
Data: 30/08/2020 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Cartões Amarelos: Renê, Gerson, Gabigol, Bruno Henrique, Willian Arão, Michael e Isla; Pará, Jobson, Lucas Veríssimo, Ivonei, Soteldo e Cuca
Gols: Gabigol, aos 50 do primeiro tempo.

SANTOS: João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan (Ivonei); Jobson (Jean Mota), Diego Pituca e Carlos Sánchez (Lucas Braga); Marinho, Soteldo e Raniel (Kaio Jorge). Técnico: Cuca.

FLAMENGO: Diego Alves (César); Renê (Isla), Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luis; Thiago Maia, Gerson (Willian Arão), Michael e Arrascaeta; Bruno Henrique (Everton Ribeiro) e Gabigol (Diego). Técnico: Domènec Torrent.

Cartola

Até o momento, Gabigol era o queridinho dos cartoleiros, figurando entre os mais três escalados, algo que durou até esta última rodada, quando a maioria dos torcedores optaram pelo rival tricolor, através do meia Nenê. E é aqui que as trolladas começam. O Fluminense foi a campo no sábado contra o Vasco, e Nenê saiu de campo com a vitória, mas com modestos 2.90 no Cartola.

Saldo positivo para o preferido da vez, mas nada comparado à sonora pontuação de 12.20 de Gabigol na rodada passada. E desta vez, a pontuação de Gabigol diante de seu ex-clube foi ainda melhor jogando na Vila. Confira abaixo:

Comparativo entre as equipes

E para finalizar os Olés que os cartoleiros levaram no fim de semana, ainda não é possível escalar Gabigol para a próxima rodada, já que o atacante torceu o tornozelo em campo e foi substituído. O atacante deve passar por exames nesta segunda para saber a gravidade da lesão.

Para além dos assuntos envolvendo games e futebol, vale destacar por fim a nobre comemoração de Gabigol, que fez o gesto de saudação de Wakanda em homenagem a Chadwick Boseman, ator que interpretou o personagem Pantera Negra nos cinemas, falecido nesta sexta (28).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio