7 curiosidades sobre os jogos do seriado Round 6

Tem nada de batatinha frita.

Round 6
Publicidade

A nova série coreana da Netflix, Round 6, ainda está dando muito o que falar. O sucesso foi tanto que ela já se tornou a produção mais vista do mundo pelo Streaming, e os motivos para todo esse hype não faltam. Parte disso vem dos jogos que os competidores precisam superar, e os desafios são baseados em diversas brincadeiras de criança. Pensando nisso, separamos 7 curiosidades sobre os jogos de Round 6. Confira:

1. DDakji lembra o jogo do ‘bafo’

Os competidores são testados antes mesmo de chegarem na ilha, na esperança de ganhar uma super quantia em dinheiro. Acontece que um recruta convida o protagonista Seong Gi-hun para jogar Ddakji, ou como é conhecido no Brasil, ‘bafo’. O jogo consiste em virar o papel do seu adversário para o lado contrário, mas o problema é que, ao invés de usar a mão, como no Brasil, você precisa jogar o seu próprio origami de maneira que movimente a peça do adversário. Simples, mas exige muita técnica.

2. Batatinha Frita 1, 2, 3 é uma mistura de Pique-Esconde com Estátua e não tem NADA de ‘Batatinha Frita’

Batatinha Frita 1, 2, 3 ou Mugunghwa kkoci pieot seumnida, em coreano, é o primeiro desafio da série, e se trata de uma mistura de Pique-Esconde com Estátua, brincadeiras muito comuns antigamente aqui no Brasil. O jogo é simples, apesar de na série ter sido bem sangrento, eliminando muitos competidores logo de cara, já que a maioria entrou em desespero.

Continua depois da publicidade

O desafio é se mexer enquanto a boneca de uma garotinha repete o nome do jogo, então, quando ela se virar, todos precisam parar e entrar no modo Estátua. Se fizer qualquer mínimo movimento, o competidor é eliminado.

Outra informação curiosa é que o canto usado para a brincadeira não tem nada a ver com “Batatinha frita 1, 2, 3”. Assim como em outros lugares do mundo, não só os cantos como também o nome das brincadeiras costuma mudar conforme a região onde elas são praticadas.

Na Coreia do Sul não é diferente, e ‘Batatinha Frita 1, 2, 3″ por lá é algo como “A flor de hibisco desabrochou”. Contudo, por lá, quem é pego não toma um tiro. Claro. Confira a explicação detalhada abaixo:

3. Dalgona ou Colmeia de Açúcar é feito para quebrar

O segundo jogo consiste em destacar um biscoito chamado de Colmeia de Açúcar, sem quebrar nenhum pedaço. As formas variam de simples círculos a guarda-chuvas, e a dificuldade varia de acordo com a sorte de cada jogador. Além do tempo limite, o que torna tudo mais perigoso é que a menor das rachaduras pode te levar a morte. Na Coreia, eles são chamados de dalgona, receita tradicional que mistura açúcar derretido e bicarbonato de sódio. O protagonista só consegue sobreviver e ajudar os outros a sobreviverem após amolecer seu biscoito com saliva, truque ardiloso mas válido, já que o biscoito é uma estrutura frágil que se rompe com o menor dos impactos.

4. Popular Cabo de Guerra existe até nos videogames

O terceiro desafio da série é o famoso Cabo de Guerra, conhecido no mundo inteiro. O objetivo é desequilibrar seus oponentes, em que duas equipes seguram extremos de uma corda, puxando com toda força para vencer. A brincadeira é tão popular que tem até em videogames, como por exemplo em Dead or Alive Xtreme 3. Porém, o desafio não é nada inocente dentro da série, já que quando uma equipe deixa o marcador passar de certo limite, uma guilhotina rompe a corda levando os perdedores para uma morte terrível em abismo profundo.

5. Jogos com bolas de gude podem ter surgido no ano 3.000 a.C

Bolebas, jogo de bila ou bolinhas de gude, são algumas das variações dessa brincadeira antiga que pode ter surgido no ano 3.000 a.C. Não sabemos a data exata de sua origem, mas as bolinhas foram encontradas em túmulos egípcios nessa época, e as maneiras de jogar são bem variadas. Na série, o quarto desafio deixa os competidores decidirem as regras, então eles são separados em duplas, precisando pegar as dez bolebas do adversário para vencer. Pode ser fácil vencer esse round, mas precisa ser esperto para combinar o desafio.

6. Ponte de Cristal é o Fall Guys da vida real

O quinto e penúltimo desafio de Round 6, Ponte de Cristal, lembra muito Fall Guys: Ultimate Knockout, joguinho eletrônico que reúne milhões de jogadores em uma corrida maluca. Na série, os jogadores precisam cruzar uma ponte de vidro, mas o problema é que cada passo pode levá-los à morte. Motivo? Enquanto alguns painéis aguentam o peso dos participantes, outros são bem frágeis, podendo quebrar ao menor sinal de pressão. O jogo depende muito da sorte, mas um dos competidores da série, que passou a vida trabalhando com vidraçaria, conseguiu achar alguns sinais nos painéis de vidro.

7. O Jogo da lula é a brincadeira mais popular entre as crianças na Coréia

O último desafio da série, o Jogo da lula, é uma brincadeira popular na Coréia em que as crianças desenham o animal no chão, dividindo-se em duas equipes. Enquanto uma tenta ficar na figura, os adversário tentam expulsá-la à força. Se cair para fora, morre. Na série, os dois sobreviventes restantes realmente lutam pelas suas vidas, resultando na morte real do perdedor. Cruel batalha até a morte!

Publicidade
© 2021 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade