Analistas dizem que custa US$10 para fabricar um Nintendo Switch melhor; Confira

A estratégia seria lançar um console novo com pequenas atualizações a um preço mais alto

Nintendo Switch OLED
Publicidade

De acordo com analistas da indústria citados em relatório novo da Bloomberg, o modelo atualizado do Nintendo Switch OLED é cerca de US$10 mais caro para a Nintendo fabricar. Os analistas dissecam a estratégia da empresa de lançar um console novo com pequenas atualizações a um preço mais alto.

Um veterano em pesquisa de mercado de telas e cofundador da empresa DSCC, Yoshio Tamura, estima que a tela aprimorada no modelo OLED representa cerca de US$3 a US$5 de seus custos de fabricação aumentados. Outros analistas acreditam que os US$5 a US$7 restantes vêm do aumento do armazenamento interno do console, de uma base de 32 GB para 64GB, e de algumas partes do dock aprimorado, que inclui uma entrada Ethernet.

Apesar das informações, não considere esses números oficiais, pois a Nintendo não divulgou os detalhes de seu processo de fabricação, mas são dados informados de fontes confiáveis. Basta ver que o Switch tem mais de quatro anos neste ponto, então não resta mais dúvidas sobre do que ele é feito, então é uma tarefa simples avaliar as diferenças no modelo OLED.

Continua depois da publicidade

Junto com o Switch Lite de US$200, esses três modelos vão ter três modos de jogos: uma experiência acessível apenas com o dispositivo portátil, uma experiência equilibrada a um preço padrão e uma experiência portátil atualizada que permite a reprodução acoplada e está disponível por um preço premium. O Switch OLED é menos distinto do que seus modelos irmãos, mas serve a um propósito, embora não tenha muitos recursos altamente solicitados e melhorias de qualidade de vida.

Quanto ao Nintendo Switch original, não mudou seu preço de US$300, nem há sinais de que isso vai mudar após o lançamento do Switch OLED de US$350. Geralmente os produtos da Nintendo raramente sofrem quedas de preços, e os executivos da empresa descrevem isso como parte de uma estratégia para manter o valor e sustentar a percepção de valor.

Em contrapartida, a Nintendo sempre vendeu o Switch a um preço lucrativo. Com um aumento estimado de US$10 na fabricação do Switch OLED e um aumento de US$50 no preço do novo console, a Nintendo não está apenas mantendo suas margens de lucros, mas também ampliando isso e reforçando a mensagem de que não fará cortes de preços.

Via: Austin Wood/Games Radar

Publicidade
© 2021 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade