Nintendo Café reúne raridades da empresa

Um ex-funcionário da Nintendo abre seu café, originalmente apenas para desenvolvedores de jogos. Onde: isto só jogando!

Mario
Publicidade

A Nintendo tem uma das histórias mais ricas como empresa, mas muitas vezes, encontrar algo disso bem preservado pode ser algo que esteja mais na mão dos fãs do que em posse da própria empresa. Felizmente, graças a estes fãs da Nintendo, muito de sua história ainda pode ser vista pelas novas gerações. É o caso de um ex-funcionário da empresa, que abriu em 2015 um café para desenvolvedores da Nintendo, todo tematizado com a atmosfera nintendista.

Toru Hashimoto, o ex-funcionário, começou a colecionar itens da Nintendo enquanto trabalhava na empresa. Como a big N não se importava em preservar seus produtos que fabricava quando iniciou na indústria, ele mesmo pegou do “lixo” e levava para a sua casa. Desta forma já da para imaginar a coleção que ele possui! E se não dá, é só ir até o seu café chamado “84“.

Se está procurando algo para explicar o nome do Café, pode parar. Ele é um trocadilho com o sobrenome de Toru, já que 84 se fala “ha-shi” (HASHImoto), além de ser também o ano em que ele entrou para a Nintendo, 1984. Ok, se quer alguma ligação com os jogos, é o Mundo 8-4, o último mundo de Super Mario Bros. As pessoas que o visitam dizem que ele um local calmo. Um desenvolvedor de Pokémon disse que gosta de ir ao local para jogar os cards da franquia com seu filho no local.

Continua depois da publicidade

Itens raros

O local é um verdadeiro paraísno nerd para os fãs de videogames e também da Nintendo. Dá para se ver adesivos de cartuchos nunca usados, além de rabiscos pessoais dos amigos desenvolvedores de Hashimoto pendurados nas paredes, um desenho de Mario feito pelo próprio Shigeru Miyamoto, e de outras franquias como dos desenvolvedores de Dragon Quest, e peluches de outros personagens como do Sonic.

Onde ele fica?

Pois bem, isto é um grande segredo! Para visitar o 84 são obrigados a fazer reservas e jogar um jogo para o encontrá-lo. Segundo Hashimoto, ele está pensando em abrir uma base de assinaturas online para clientes fieis que desejam que o Café continue centrado no tema da Nintendo, principalmente para que ele continue aberto e cresça.

O que realmente mantém o local, mesmo com todo o problema do COVID, são os amigos desenvolvedores. Hashimoto disse que “posso mudar para um novo local e, quando o fizer, posso fazê-lo sem avisar ninguém, para que as pessoas possam jogar um novo jogo e encontrar o 84”. Vamos torcer para que ele continue assim e que Hashimoto mantenha não apenas o seu sonho, mas os de muitos espalhados pelo mundo.

Publicidade
© 2021 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade