Nintendo GameCube faz 20 anos: relembre 5 jogos que explicam seu sucesso

O GameCube completa 20 anos e deixou um ótimo legado de jogos, confira 5 deles!

GameCube
Publicidade

E lá se vão duas décadas do lançamento do GameCube. O console da Nintendo completa hoje, 14 de setembro, 20 anos de idade. O quadradinho da big N chegou recebendo críticas positivas, sendo que a revista PC Magazine, elogiou e muito na época o seu design, hardware e principalmente dos jogos disponíveis para os fãs quando chegou no mercado.

No Japão, as vendas foram excelentes nos três primeiros dias, vendendo entre 280 mil e 300 mil, de uma remessa inicial de 450 mil unidades. Já no primeiro final de semana, o GameCube já tinha arrecadado para a Nintendo, US$ 100 milhões em produtos relacionados ao console na América do Norte. E para dar mais ânimo para a empresa, o console vendeu mais rapidamente do que os dois concorrentes, o Xbox e o PlayStation 2, haviam inicialmente vendido.

Só que infelizmente, a Nintendo vendeu aproximadamente 22 milhões de consoles em todo o mundo durante sua vida útil, ficando um pouco atrás dos 24 milhões do Xbox, e muito atrás dos 155 milhões do PlayStation 2. Até mesmo o seu antecessor, o Nintendo 64, acabou por o superar, vendendo quase 33 milhões de unidades. Mesmo assim, o GameCube foi bem visto e teve jogos excepcionais em sua linha. Portanto, vamos a eles! A sequência não é do melhor para o pior. Ela está em ordem aleatória.

Continua depois da publicidade

1. Luigi’s Mansion

O jogo do Luigi foi o mais popular no lançamento do GameCube, batendo o lançamento do Super Mario 64. Luigi’s Mansion vendeu mais de 2,5 milhões de cópias, segundo a Nintendo, tornando-se o quinto jogo do console mais vendido nos EUA. O título do caçula Mario teve uma boa crítica como jogo, mas acabou recebendo algumas negativas devido a sua curta duração.

2. Metroid Prime

Este é um dos jogos que acabaram junto com Luigi´s Mansion, uma franquia muito popular da Nintendo. Metroid Prime é o primeiro jogo de uma trilogia paralela à cronologia oficial, ocorrendo entre os eventos do Metroid original e de Metroid II: Return of Samus. Quando chegou ao GameCube, o título recebeu excelentes críticas por seus gráficos realistas, jogabilidade variada e inovadora, além de sua trilha sonora empolgante. Além disso, Metroid Prime faturou praticamente tudo como Jogo do Ano e é considerado como um dos melhores jogos de todos os tempos!

3. Pikmin

Pikmin, caso você não o conheça e acha que é um jogo qualquer, bem, é melhor rever seus conhecimentos. O título foi lançado em 2001 no GameCube, sendo criado por Shigeru Miyamoto, conhece? Em seguida chegou nos EUA e Europa. Curiosamente, o nome do jogo é uma homenagem ao cachorro de Miyamoto, que se chamava Pikku. O game foi bem recebido, mas recebeu críticas negativas, como aconteceu com Luigi´s, por ser curto. Dava para terminar o jogo em 30 dias. As notas para o título foram de 9 de 10.

4. The Legend of Zelda: The Wind Waker

The Legend of Zelda: The Wind Waker foi lançado exclusivamente para o GameCube em 2003. O título foi aclamado pela crítica ao ser lançado. Os principais elogios foram seu visual, jogabilidade, história e projeto de jogo, porém sua direção de arte dividiu as opiniões dos fãs, com muitos o considerando infantil e direcionado principalmente para crianças. Isto fez com que o título tivesse números de vendas bem inferiores a seus predecessores.

5. Resident Evil

Resident Evil para o GameCube, foi lançado em 2002, sendo um remake do título de 1996. Em seu lançamento, o jogo foi aclamado pela crítica, que elogiou seus gráficos e jogabilidade melhorada do jogo original, tanto que o título é descrito como um dos melhores, mais assustadores e mais visualmente impressionantes de toda a série.

Lógico que existem tantos outros clássicos que fizeram sucesso e essa lista teria que crescer para pelo menos mais 30 jogos, como Mario Kart, Super Smash Bros., Animal Crossing, entre tantos outros que fizeram e ainda fazem a cabeça de muitos fãs. E qual a lista de vocês? Deixe abaixo nos comentários!

Publicidade
© 2021 Observatório de Games | Powered by Grupo Observatório
Site parceiro UOL
Publicidade