GeForce Now
Imagem: Reprodução

A GeForce NOW, serviço de streaming de jogos gerenciados pela Nvidia, aparentemente comercializou um game sem a permissão do seu desenvolvedor. Nesse domingo (01), a Hinterland Studio, empresa por trás de The Long Dark, retirou seu jogo do serviço, alegando que a Nvidia não pediu permissão para colocá-lo na sua lista de jogos.

O CEO da Hinterland Studio, Raphael van Lierop, foi direto e ríspido sobre o assunto em uma declaração feita através de seu Twitter:

Peço desculpas para aqueles que não vão conseguir jogar #thelongdark no GeForce Now. A Nvidia não pediu pela nossa permissão para colocar o jogo na plataforma, então, nós pedimos para eles retirarem. Por favor, leve suas reclamações diretamente a eles, não a nós. Desenvolvedoras deveriam ter controle de onde os seus jogos estão.

Lierop finalizou sua bronca sugerindo uma ação que, se aceita pelos prejudicados, pode ser uma dor de cabeça e tanto para a Nvidia.

“Eles [Nvidia] ofereceram placas gráficas como desculpas para nós, então talvez eles façam o mesmo para vocês.”. Por enquanto, o perfil oficial do serviço ainda não se pronunciou sobre o ocorrido.

A Nvidia GeForce Now é um sistema de streaming de jogos semelhante ao Google Stadia ou Microsoft Project xCloud. O diferencial do serviço é que seu sistema se conecta com as suas contas de outros serviços, como a Steam ou Epic Store, para provar que você já comprou o jogo.